Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 25 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Polícia prende mais quatro por seqüestro de menino

Quadrilha vinha sendo monitorada por escutas telefônicas desde que o seqüestro havia sido frustrado


Bruno Ribeiro
Do Diário do Grande ABC

13/06/2008 | 07:00


O GAS (Grupo Anti-Seqüestro) da Polícia Civil de São Bernardo prendeu, na quinta-feira, quatro pessoas envolvidas no seqüestro de um menino de 12 anos ocorrido em 16 de maio no bairro Terra Nova II. A quadrilha vinha sendo monitorada por escutas telefônicas desde que o seqüestro havia sido frustrado.

Os policiais descobriram que o grupo planejava mais um crime para ontem: iriam seqüestrar um funcionário do depósito da Casas Bahia de São Bernardo. Antes que efetuassem a ação, eles foram capturados.

No crime anterior, os acusados chegaram a enviar um dedo de borracha para a mãe do menino. A polícia não tem certeza da identidade da pessoa que seria seqüestrada na quinta-feira.

Rafael Roberto Alves, 23 anos, seria o mentor das duas ações. Ele havia sido identificado pela polícia na primeira ação e estava com a prisão decretada. O sogro dele, Alexandre Alves Menezes, conhecido como Gardenal, é o único integrante do grupo que ainda está solto.

Os outros presos são Thiago Matias de Oliveira, 23 anos, Paulo Francisco da Rosa, 27, e Josimar dos Santos, 22. A polícia diz que os presos teriam realizado dois roubos de carga nesta semana para levantar dinheiro para viabilizar o novo seqüestro.

Alves nega ser o mentor das ações. Rosa diz não ter ligação com os crimes. Os demais detidos não quiseram falar com a imprensa.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Polícia prende mais quatro por seqüestro de menino

Quadrilha vinha sendo monitorada por escutas telefônicas desde que o seqüestro havia sido frustrado

Bruno Ribeiro
Do Diário do Grande ABC

13/06/2008 | 07:00


O GAS (Grupo Anti-Seqüestro) da Polícia Civil de São Bernardo prendeu, na quinta-feira, quatro pessoas envolvidas no seqüestro de um menino de 12 anos ocorrido em 16 de maio no bairro Terra Nova II. A quadrilha vinha sendo monitorada por escutas telefônicas desde que o seqüestro havia sido frustrado.

Os policiais descobriram que o grupo planejava mais um crime para ontem: iriam seqüestrar um funcionário do depósito da Casas Bahia de São Bernardo. Antes que efetuassem a ação, eles foram capturados.

No crime anterior, os acusados chegaram a enviar um dedo de borracha para a mãe do menino. A polícia não tem certeza da identidade da pessoa que seria seqüestrada na quinta-feira.

Rafael Roberto Alves, 23 anos, seria o mentor das duas ações. Ele havia sido identificado pela polícia na primeira ação e estava com a prisão decretada. O sogro dele, Alexandre Alves Menezes, conhecido como Gardenal, é o único integrante do grupo que ainda está solto.

Os outros presos são Thiago Matias de Oliveira, 23 anos, Paulo Francisco da Rosa, 27, e Josimar dos Santos, 22. A polícia diz que os presos teriam realizado dois roubos de carga nesta semana para levantar dinheiro para viabilizar o novo seqüestro.

Alves nega ser o mentor das ações. Rosa diz não ter ligação com os crimes. Os demais detidos não quiseram falar com a imprensa.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;