Fechar
Publicidade

Domingo, 23 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

A mudança começa em mim

Vocês já repararam que uma das únicas certezas que temos é que tudo muda?


Cíntia Bortotto

25/02/2013 | 00:00


Como consultora, tenho sido requisitada especialmente para trabalhar com gestão de mudanças nas companhias. E tenho encontrado diversos desafios. Vocês já repararam que uma das únicas certezas que temos é que tudo muda? O mundo muda, o meio ambiente muda, pessoas mudam, a política, a economia, as empresas, a forma de fazer negócios. O mundo corporativo não poderia ver tudo mudar sem se adaptar e até mesmo sem se antecipar a algumas mudanças. Mas mudar é fácil? Normalmente não é. O ser humano em geral busca a previsibilidade e a zona de conforto, e mesmo que se fale que é importante "sair da zona de conforto" - frase padrão hoje - este não é processo fácil, afinal, manter antigos comportamentos traz benefícios, pelo menos em um primeiro momento.

Sabemos como os outros se comportarão perante antigos comportamentos, não temos que mudar nossa rotina. Mas aí vem a próxima pergunta: "Nós evoluímos desta forma?", "Nós nos desenvolvemos ao não querer sair da zona de conforto?". Em geral a resposta é não. Quando somos convidados a fazer as coisas em um ambiente diferente, somos convocados a desenvolver novas competências, a melhorar.

A mudança gera, em um primeiro momento, ações que podem até piorar o clima na companhia. Ela causa conflitos e, até que se instale de forma total, o processo passa por uma série de etapas. Lembre-se de que lidar com pessoas é sempre um desafio, por isso, neste processo, podem acontecer abalos. Muitos colaboradores podem se sentir inseguros, serem resistentes, enfim, o percurso pode ser longo até que, finalmente, tudo começa a melhorar. E o que fazer até lá? Sugiro fortemente que a reflexão de que "a mudança deve começar em mim" aconteça para cada colaborador. Reflita:

- O que eu gostaria de mudar que só compete a mim?

- O que eu gostaria de estudar?

- Eu sei o que fazer para fazer melhor o meu trabalho a cada dia ou eu estou apenas conformado e fazendo mais do mesmo, sem refletir o que deveria ser feito de melhor?

- Eu posso ousar? Sugerir algo diferente, inovador?

- Há processos na minha área que podem ser otimizados, sistematizados, não serem feitos de forma manual?

- Alguma mudança que aconteceu me mobilizou? Se sim, como estou reagindo a ela?

Mude, não espere, avalie as oportunidades, discuta com seu gestor, inove. E se você gosta do seu trabalho, cative bons pensamentos e comentários. Busque se diferenciar, seja em produtividade, conhecimento, inovação. Não tenha medo da mudança! Siga confiante e boa sorte! 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;