Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Leandro Campos deixa Santo André sem sair da zona de descenso


Divanei Guazzelli
Do Diário do Grande ABC

21/03/2007 | 07:00


O Santo André está sem treinador desde o começo da tarde de terça-feira. Depois de apenas cinco partidas no comando da equipe, Leandro Campos resolveu pedir demissão e deixa a equipe sem conseguir tirá-la da última colocação da Série A-1 do Paulista. A saída ocorre um dia depois de o presidente Celso Luiz de Almeida ter assegurado a permanência do técnico.

A demissão de Leandro Campos passou a se tornar viável antes mesmo da derrota por 2 a 1 para o Barueri, domingo, em Barueri. Ele admitiu que permaneceria somente com a certeza de que o seu trabalho poderia ser estendido à Série B do Campeonato Brasileiro, que começa em maio. Como não ocorreu uma definição entre as partes em torno de sua pretensão, o treinador deixou o clube terça-feira, no primeiro dia de treinamentos da semana do jogo com o Paulista, domingo à tarde, no estádio Jaime Cintra, em Jundiaí, pela 15ª rodada.

Leandro Campos ficou um mês à frente do Santo André. Ele foi contratado na segunda-feira de Carnaval, dia 19 de fevereiro, para o lugar de Luiz Carlos Ferreira, que caiu após a derrota por 3 a 2 para o Sertãozinho, dois dias antes em Sertãozinho.

Negativa - A estréia foi negativa, com a derrota por 1 a 0 para o Guaratinguetá, dia 25 em Guaratinguetá, e a má fase prosseguiu nos 3 a 1 para a Ponte Preta, uma semana depois, em Campinas. Porém, no último dia 6, Leandro Campos participou da única vitória do Santo André até agora: 4 a 3, de virada, sobre o São Bento, no estádio Bruno Daniel. No jogo seguinte, no entanto, outra frustração: empate por 1 a 1 com o Rio Branco em casa, uma semana antes da derrota que marcou a sua despedida.

Ex-técnico de Ituano e Caldense, entre outras equipes, Leandro Campos foi o terceiro treinador do Santo André no Campeonato Paulista. Ruy Scarpino ficou quatro partidas e sofreu quatro derrotas. Em seguida veio Luiz Carlos Ferreira, que orientou o time em cinco jogos, com dois empates e três derrotas. Entre os nomes especulados estão os de Artur Bernardes, Marcelo Vilar e Roberval Davino. Até que venha outro treinador, o preparador físico Stelio Metzker comandará os treinos. Stelio retornou ao Santo André no início de fevereiro, ao acompanhar novamente Luiz Carlos Ferreira. Mesmo assim ficou após a saída de Ferreira.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;