Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 22 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Presidente da Câmara de Sto.André será investigado


Gislayne Jacinto
Da Redaçao

17/08/1999 | 22:13


Os vereadores de Santo André decidiram nesta terça investigar os contratos, licitaçoes e denúncias feitas contra o presidente da Câmara, Israel Santana (PFL). Uma comissao formada pelos dois secretários da Mesa Diretora, Luiz Zacarias (PTB) e Carlos Raposo (sem partido), ficará responsável pela apuraçao.

Governistas e oposicionistas decidiram criar a comissao depois de saber que Santana poderá enfrentar um inquérito no Ministério Público. O Protecon (Associaçao de Defesa do Consumidor do Grande ABC) entrou com uma representaçao na Justiça, na última sexta-feira, apontando "indícios" de quatro irregularidades que teriam sido cometidas por Santana: compra de painel eletrônico sem a mudança do Regimento Interno, arquivamento de pedido de cassaçao do prefeito Celso Daniel; possível oferecimento de propina para aprovaçao de projeto e uso indevido do plenário da Câmara para realizaçao de culto evangélico.

Carlos Raposo disse que nao dá para acusar o presidente, mas acrescentou que a partir desta quarta os atos administrativos de Santana serao investigados. "Sao fatos como esse que mancham a imagem do Legislativo", disse.

O líder do PT, José Montoro Filho, o Montorinho, disse que a sua bancada defende a investigaçao, mas evitou falar em uma puniçao do presidente. "Vamos investigar para depois tomar qualquer tipo de medida", disse.

Elian Santana, mulher e chefe de gabinete do presidente da Câmara, disse que Santana deverá falar sobre o assunto somente nesta quarta. Segundo ela, a mae de seu marido sofreu uma cirurgia e ele teve de viajar para o interior do Estado.

A declaraçao do vereador petista Ricardo Alvarez de que um afastamento de Santana beneficiaria o PTB, que ocupa a vice-presidência (Franco Masiero), foi rebatida nesta terça em plenário. Masiero disse que nao existe qualquer tipo de articulaçao nesse sentido. "Nao quis, nao quero e nao posso assumir a presidência", disse o petebista.

Alvarez disse: "O PTB tem a vice-presidência e Santana está colocando a bola no pênalti para os petebistas chutarem. Qualquer coisa que acontecer com o presidente, assumirá o seu vice".

A advogada do Protecon que está movendo a representaçao é Maria Helena Musachio, que é secretária geral do PTB de Santo André. Maria Helena disse que vai mandar cópias das denúncias para a direçao do PFL, partido de Santana. "Queremos que o presidente seja punido pelo que tem feito na Câmara", afirmou.

A mulher de Israel disse que nao acredita em puniçao. Segundo ela, nao houve irregularidade. "Todos os nossos contratos estao dentro da legislaçao. Vamos mostrar que tudo foi feito de acordo com a Lei de Licitaçoes", disse Elian, que considera as suspeitas do Protecon "um jogo político" contra o seu marido.

Ela afirmou que as acusaçao do Protecon nao tem fundamento e citou como exemplo o arquivamento do pedido de cassaçao do prefeito. Segundo a entidade, houve omissao por parte de Santana porque ele nao teria levado a questao à apreciaçao do plenário. "Já estamos providenciando toda a documentaçao. Os vereadores votaram pelo arquivamento da matéria. O presidente apenas acatou a decisao da maioria", disse.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;