Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 16 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Na Alemanha, instituto recomenda vacina da AstraZeneca também para idosos



04/03/2021 | 11:45


O Instituto Robert Koch afirma em comunicado divulgado nesta quinta-feira que decidiu ontem recomendar a vacina da AstraZeneca para todos os grupos de adultos, inclusive os mais velhos. Em geral, esse imunizante requer duas doses, que segundo o órgão devem ter intervalo de 12 semanas, se possível. "As pessoas que já tiveram a infecção por SARS-Cov2 devem receber uma única vacina, seis meses após o diagnóstico no mínimo", diz a nota.

O Instituto Robert Koch afirma que avaliou as informações disponíveis, inclusive dados de Inglaterra e Escócia que mostraram "pela primeira vez resultados robustos" de eficácia em pessoas mais velhas após apenas uma dose da vacina. Segundo o comunicado, a eficácia ficou demonstrada "de modo impressionante" para prevenir a infecção "e, em particular, em relação à prevenção de casos graves da doença".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Na Alemanha, instituto recomenda vacina da AstraZeneca também para idosos


04/03/2021 | 11:45


O Instituto Robert Koch afirma em comunicado divulgado nesta quinta-feira que decidiu ontem recomendar a vacina da AstraZeneca para todos os grupos de adultos, inclusive os mais velhos. Em geral, esse imunizante requer duas doses, que segundo o órgão devem ter intervalo de 12 semanas, se possível. "As pessoas que já tiveram a infecção por SARS-Cov2 devem receber uma única vacina, seis meses após o diagnóstico no mínimo", diz a nota.

O Instituto Robert Koch afirma que avaliou as informações disponíveis, inclusive dados de Inglaterra e Escócia que mostraram "pela primeira vez resultados robustos" de eficácia em pessoas mais velhas após apenas uma dose da vacina. Segundo o comunicado, a eficácia ficou demonstrada "de modo impressionante" para prevenir a infecção "e, em particular, em relação à prevenção de casos graves da doença".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;