Fechar
Publicidade

Domingo, 29 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Ainda sem força total, Santos inicia busca pelo tricampeonato do Paulistão



03/02/2017 | 07:00


Dos seis reforços que o Santos contratou para 2017, apenas o zagueiro Cléber e o volante Leandro Donizete devem estrear nesta sexta-feira contra o Linense, às 21 horas, na Vila Belmiro, no jogo que abre esta edição do Campeonato Paulista.

Será o início da caminhada do time comandada pelo técnico Dorival Júnior em busca de um histórico tricampeonato estadual para o clube. E caso volte a chegar à final, que seria a sua nona consecutiva na competição, a equipe irá superar um recorde da era Pelé, quando os santistas marcaram presença em oito decisões entre 1955 e 1962.

Com esse feito em sua mira, o Santos também não terá Ricardo Oliveira, que desfalca a equipe por ainda estar na luta para recuperar a melhor condição física após ficar fora de parte da pré-temporada do time por causa de uma caxumba.

O atacante Kayke, por sua vez, sofreu uma fratura na mão esquerda e só deve estar à disposição de Dorival na semana que vem, quando o Santos terá pela frente o Red Bull Brasil, no dia 11, em Campinas, pela segunda rodada do Paulistão.

Dorival afirmou nesta quinta-feira que ainda tem dúvidas na escalação. O volante Thaciano, destaque da equipe B e que foi incorporado ao time principal, pode ser escalado no meio. "Uma das dúvidas é o Thaciano, que vem trabalhando bem, crescendo, evoluindo. Por isso tenho que ter atenção para definir", disse o comandante, em entrevista coletiva após treinamento realizado na própria Vila Belmiro.

Dorival também descartou favoritismo nesta estreia, embora saiba que o dever de sua equipe é conquistar três pontos diante de seus torcedores nesta sexta. "Isso pode acontecer externamente. Internamente trabalhamos com o imponderável", ressaltou.

Com sua base de 2016 mantida para este ano, o Santos ainda contratou os atacantes Bruno Henrique, Vladimir Hernandez e Kayke, o volante Leandro Donizete, o lateral-direito Matheus Ribeiro e o zagueiro Cléber.

O treinador afirmou que ainda tem dúvidas na escalação. O volante Thaciano, destaque da equipe B e que foi incorporado ao time principal, pode ser escalado no meio de campo. "Uma das dúvidas é o Thaciano, que vem trabalhando bem, crescendo, evoluindo. Por isso tenho que ter atenção para definir", afirmou Dorival Júnior.

NO LINENSE - Rival do bicampeão Santos nesta estreia, o Linense vem apostando na força de seu elenco para brigar novamente por uma vaga na Série D do Brasileiro. A equipe de Lins segurou jogadores que se destacaram no ano passado, como o meia Thiago Humberto e o volante Zé Antônio. Outra aposta é o lateral Carleto, ex-São Paulo e Santos.

O técnico Guilherme, por outro lado, deve ficar sem seu principal reforço. O atacante Fernando Karanga está com conversas adiantadas com um time do futebol da Bulgária e deve rescindir seu contrato com o Linense nas próximas horas. O jogador, inclusive, não foi relacionado para o duelo frente ao Santos.

"Vamos jogar na Vila para tentar ganhar a partida, tendo obviamente muito cuidado e atenção especialmente quando não tivermos a posse de bola. Para mim, considero o Santos a melhor equipe brasileira da atualidade, juntamente com Palmeiras e Flamengo. Sei que teremos muitas dificuldades, mas eu acredito nas capacidades e na qualidade dos meus atletas e vamos juntos até o final," disse o técnico Guilherme Alves.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ainda sem força total, Santos inicia busca pelo tricampeonato do Paulistão


03/02/2017 | 07:00


Dos seis reforços que o Santos contratou para 2017, apenas o zagueiro Cléber e o volante Leandro Donizete devem estrear nesta sexta-feira contra o Linense, às 21 horas, na Vila Belmiro, no jogo que abre esta edição do Campeonato Paulista.

Será o início da caminhada do time comandada pelo técnico Dorival Júnior em busca de um histórico tricampeonato estadual para o clube. E caso volte a chegar à final, que seria a sua nona consecutiva na competição, a equipe irá superar um recorde da era Pelé, quando os santistas marcaram presença em oito decisões entre 1955 e 1962.

Com esse feito em sua mira, o Santos também não terá Ricardo Oliveira, que desfalca a equipe por ainda estar na luta para recuperar a melhor condição física após ficar fora de parte da pré-temporada do time por causa de uma caxumba.

O atacante Kayke, por sua vez, sofreu uma fratura na mão esquerda e só deve estar à disposição de Dorival na semana que vem, quando o Santos terá pela frente o Red Bull Brasil, no dia 11, em Campinas, pela segunda rodada do Paulistão.

Dorival afirmou nesta quinta-feira que ainda tem dúvidas na escalação. O volante Thaciano, destaque da equipe B e que foi incorporado ao time principal, pode ser escalado no meio. "Uma das dúvidas é o Thaciano, que vem trabalhando bem, crescendo, evoluindo. Por isso tenho que ter atenção para definir", disse o comandante, em entrevista coletiva após treinamento realizado na própria Vila Belmiro.

Dorival também descartou favoritismo nesta estreia, embora saiba que o dever de sua equipe é conquistar três pontos diante de seus torcedores nesta sexta. "Isso pode acontecer externamente. Internamente trabalhamos com o imponderável", ressaltou.

Com sua base de 2016 mantida para este ano, o Santos ainda contratou os atacantes Bruno Henrique, Vladimir Hernandez e Kayke, o volante Leandro Donizete, o lateral-direito Matheus Ribeiro e o zagueiro Cléber.

O treinador afirmou que ainda tem dúvidas na escalação. O volante Thaciano, destaque da equipe B e que foi incorporado ao time principal, pode ser escalado no meio de campo. "Uma das dúvidas é o Thaciano, que vem trabalhando bem, crescendo, evoluindo. Por isso tenho que ter atenção para definir", afirmou Dorival Júnior.

NO LINENSE - Rival do bicampeão Santos nesta estreia, o Linense vem apostando na força de seu elenco para brigar novamente por uma vaga na Série D do Brasileiro. A equipe de Lins segurou jogadores que se destacaram no ano passado, como o meia Thiago Humberto e o volante Zé Antônio. Outra aposta é o lateral Carleto, ex-São Paulo e Santos.

O técnico Guilherme, por outro lado, deve ficar sem seu principal reforço. O atacante Fernando Karanga está com conversas adiantadas com um time do futebol da Bulgária e deve rescindir seu contrato com o Linense nas próximas horas. O jogador, inclusive, não foi relacionado para o duelo frente ao Santos.

"Vamos jogar na Vila para tentar ganhar a partida, tendo obviamente muito cuidado e atenção especialmente quando não tivermos a posse de bola. Para mim, considero o Santos a melhor equipe brasileira da atualidade, juntamente com Palmeiras e Flamengo. Sei que teremos muitas dificuldades, mas eu acredito nas capacidades e na qualidade dos meus atletas e vamos juntos até o final," disse o técnico Guilherme Alves.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;