Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 2 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

BC da Austrália espera demanda alta da China



21/11/2014 | 05:03


Embora esteja em processo de desaceleração, a economia chinesa ainda é forte e continua a crescer, o que significa que ainda há uma expressiva demanda por commodities de outros países, como por exemplo a Austrália, afirmou nesta sexta-feira Alexandra Heath, economista do banco central australiano, o Reserve Bank of Austrália (RBA).

"Dada a competitividade da produção da Austrália em várias commodities, a China é provavelmente o maior mercado consumidor de produtos australianos e deve continuar por um bom tempo", ela disse, em discurso para empresários do setor de mineração. Na sua avaliação, com o processo de urbanização ainda vigente na China, haverá demanda forte para commodities leves e pesadas.

"Esse processo tende a ser acompanhado por um crescimento em consumo de alimentos", declarou. "Também é esperado uma expansão na demanda por insumos para construção civil, infraestrutura, utilitários e obras públicas".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

BC da Austrália espera demanda alta da China


21/11/2014 | 05:03


Embora esteja em processo de desaceleração, a economia chinesa ainda é forte e continua a crescer, o que significa que ainda há uma expressiva demanda por commodities de outros países, como por exemplo a Austrália, afirmou nesta sexta-feira Alexandra Heath, economista do banco central australiano, o Reserve Bank of Austrália (RBA).

"Dada a competitividade da produção da Austrália em várias commodities, a China é provavelmente o maior mercado consumidor de produtos australianos e deve continuar por um bom tempo", ela disse, em discurso para empresários do setor de mineração. Na sua avaliação, com o processo de urbanização ainda vigente na China, haverá demanda forte para commodities leves e pesadas.

"Esse processo tende a ser acompanhado por um crescimento em consumo de alimentos", declarou. "Também é esperado uma expansão na demanda por insumos para construção civil, infraestrutura, utilitários e obras públicas".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;