Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 5 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Cruzeiro bate o Grêmio e pode ser campeão no domingo



21/11/2014 | 00:02


Com muita superação, o Cruzeiro derrotou de virada o Grêmio por 2 a 1, nesta quinta-feira, na Arena Grêmio, em Porto Alegre, pela 35.ª rodada do Campeonato Brasileiro, e pode ser campeão, pela segunda vez seguida e quarta na história, já neste domingo, dependendo apenas de suas forças. Para isso, basta ganhar do Goiás, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte.

Com 73 pontos, o Cruzeiro abriu sete de vantagem para o vice-líder São Paulo e são apenas mais nove em disputa. Assim, até perdendo poderá ser campeão se o clube paulista não ganhar o clássico contra o Santos, no mesmo dia e horário (17 horas, de Brasília), na Arena Pantanal, em Cuiabá.

Já o Grêmio se complicou um pouco em sua luta por uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores. Com 60 pontos, o time gaúcho caiu para a sexta colocação e agora fará um confronto direto contra o Corinthians, neste domingo, às 19h30, no estádio Itaquerão, em São Paulo. O time paulista está em terceiro lugar, com três pontos a mais.

O Grêmio vinha de uma boa fase, com quatro vitórias consecutivas, e apresentou um bom desempenho no primeiro tempo, iludindo a sua torcida de mais de 40 mil pessoas. Aos 12 minutos, o time da casa abriu o placar. Barcos cruzou para a área, a zaga do Cruzeiro afastou, mas Riveros dominou, avançou e chutou de canhota. O restante da primeira etapa foi dominado pelo time gaúcho, que exigia da defesa mineira e se impunha em campo.

Na volta para o segundo tempo, o Cruzeiro se apresentou reorganizado. Aos poucos, a equipe mineira dava ritmo do jogo, até que aos 19 minutos empatou. Após cobrança de escanteio pela esquerda, Willian chutou de primeira. A bola bateu na defesa e sobrou para Ricardo Goulart, que marcou.

O Grêmio esteve próximo de fazer o segundo aos 25 minutos. Barcos pegou a sobra da zaga dentro da área e mandou uma bomba, mas o goleiro Fábio, em uma grande amostra de reflexo, impediu.

Aí o Cruzeiro mostrou como se porta um campeão. Aos 30 minutos, Everton Ribeiro saiu do marcador depois de um arranque no contra-ataque e marcou. "A gente batalhou, conseguimos fazer 1 a 0, mas no segundo tempo deixamos cair um pouco a marcação e isso, no futebol, acontece", disse o lateral-direito gremista Pará, ao fim da partida.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 1 x 2 CRUZEIRO

GRÊMIO - Marcelo Grohe; Pará, Pedro Geromel, Rhodolfo e Zé Roberto; Riveros (Alan Ruiz), Walace, Ramiro, Luan (Giuliano) e Dudu; Barcos (Lucas Coelho). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

CRUZEIRO - Fábio; Ceará (Mayke), Léo, Bruno Rodrigo e Samudio (Egídio); Willian Farias, Nilton, Everton Ribeiro, Ricardo Goulart e Marquinhos (Willian); Júlio Baptista. Técnico: Marcelo Oliveira.

GOLS - Riveros, aos 12 minutos do primeiro tempo; Ricardo Goulart, aos 19, e Everton Ribeiro, aos 30 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Pará, Pedro Geromel, Riveros e Zé Roberto (Grêmio); Willian Farias, Mayke e Samudio (Cruzeiro).

ÁRBITRO - Vinícius Furlan (SP).

RENDA - R$ 1.441.011,00.

PÚBLICO - 43.012 pagantes.

LOCAL - Arena Grêmio, em Porto Alegre (RS).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Cruzeiro bate o Grêmio e pode ser campeão no domingo


21/11/2014 | 00:02


Com muita superação, o Cruzeiro derrotou de virada o Grêmio por 2 a 1, nesta quinta-feira, na Arena Grêmio, em Porto Alegre, pela 35.ª rodada do Campeonato Brasileiro, e pode ser campeão, pela segunda vez seguida e quarta na história, já neste domingo, dependendo apenas de suas forças. Para isso, basta ganhar do Goiás, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte.

Com 73 pontos, o Cruzeiro abriu sete de vantagem para o vice-líder São Paulo e são apenas mais nove em disputa. Assim, até perdendo poderá ser campeão se o clube paulista não ganhar o clássico contra o Santos, no mesmo dia e horário (17 horas, de Brasília), na Arena Pantanal, em Cuiabá.

Já o Grêmio se complicou um pouco em sua luta por uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores. Com 60 pontos, o time gaúcho caiu para a sexta colocação e agora fará um confronto direto contra o Corinthians, neste domingo, às 19h30, no estádio Itaquerão, em São Paulo. O time paulista está em terceiro lugar, com três pontos a mais.

O Grêmio vinha de uma boa fase, com quatro vitórias consecutivas, e apresentou um bom desempenho no primeiro tempo, iludindo a sua torcida de mais de 40 mil pessoas. Aos 12 minutos, o time da casa abriu o placar. Barcos cruzou para a área, a zaga do Cruzeiro afastou, mas Riveros dominou, avançou e chutou de canhota. O restante da primeira etapa foi dominado pelo time gaúcho, que exigia da defesa mineira e se impunha em campo.

Na volta para o segundo tempo, o Cruzeiro se apresentou reorganizado. Aos poucos, a equipe mineira dava ritmo do jogo, até que aos 19 minutos empatou. Após cobrança de escanteio pela esquerda, Willian chutou de primeira. A bola bateu na defesa e sobrou para Ricardo Goulart, que marcou.

O Grêmio esteve próximo de fazer o segundo aos 25 minutos. Barcos pegou a sobra da zaga dentro da área e mandou uma bomba, mas o goleiro Fábio, em uma grande amostra de reflexo, impediu.

Aí o Cruzeiro mostrou como se porta um campeão. Aos 30 minutos, Everton Ribeiro saiu do marcador depois de um arranque no contra-ataque e marcou. "A gente batalhou, conseguimos fazer 1 a 0, mas no segundo tempo deixamos cair um pouco a marcação e isso, no futebol, acontece", disse o lateral-direito gremista Pará, ao fim da partida.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 1 x 2 CRUZEIRO

GRÊMIO - Marcelo Grohe; Pará, Pedro Geromel, Rhodolfo e Zé Roberto; Riveros (Alan Ruiz), Walace, Ramiro, Luan (Giuliano) e Dudu; Barcos (Lucas Coelho). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

CRUZEIRO - Fábio; Ceará (Mayke), Léo, Bruno Rodrigo e Samudio (Egídio); Willian Farias, Nilton, Everton Ribeiro, Ricardo Goulart e Marquinhos (Willian); Júlio Baptista. Técnico: Marcelo Oliveira.

GOLS - Riveros, aos 12 minutos do primeiro tempo; Ricardo Goulart, aos 19, e Everton Ribeiro, aos 30 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Pará, Pedro Geromel, Riveros e Zé Roberto (Grêmio); Willian Farias, Mayke e Samudio (Cruzeiro).

ÁRBITRO - Vinícius Furlan (SP).

RENDA - R$ 1.441.011,00.

PÚBLICO - 43.012 pagantes.

LOCAL - Arena Grêmio, em Porto Alegre (RS).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;