Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 27 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Resultado da Petrobras no 2º trimestre agrada mercado



18/08/2009 | 07:01


O balanço financeiro do segundo trimestre da Petrobras, divulgado na sexta-feira, agradou ao mercado não só pelo lucro da companhia no período, que veio acima das expectativas, mas também por conta de uma redução nas despesas operacionais, de 7,6% em relação ao primeiro trimestre. "Há muito tempo já se esperava que a Petrobras conseguisse reduzir suas despesas", comentou o analista do Banco do Brasil, Nelson Rodrigues de Mattos, lembrando que esta redução foi de R$ 500 milhões.

Para a analista Mônica Araújo, da Ativa Corretora, deverá ocorrer uma "reação positiva nas ações no curto prazo, diante do bom resultado". "Mas ressaltamos que as questões envolvendo a mudança regulatória ainda pesarão na avaliação do investidor, deixando-o receoso sobre as implicações do novo modelo de exploração que o setor de petróleo no Brasil poderá causar sobre o retorno da estatal", disse a analista, em seu relatório.

Em geral, os especialistas já esperavam queda em relação ao lucro recorde do segundo trimestre - em função da redução do valor do barril do petróleo no mercado internacional.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Resultado da Petrobras no 2º trimestre agrada mercado


18/08/2009 | 07:01


O balanço financeiro do segundo trimestre da Petrobras, divulgado na sexta-feira, agradou ao mercado não só pelo lucro da companhia no período, que veio acima das expectativas, mas também por conta de uma redução nas despesas operacionais, de 7,6% em relação ao primeiro trimestre. "Há muito tempo já se esperava que a Petrobras conseguisse reduzir suas despesas", comentou o analista do Banco do Brasil, Nelson Rodrigues de Mattos, lembrando que esta redução foi de R$ 500 milhões.

Para a analista Mônica Araújo, da Ativa Corretora, deverá ocorrer uma "reação positiva nas ações no curto prazo, diante do bom resultado". "Mas ressaltamos que as questões envolvendo a mudança regulatória ainda pesarão na avaliação do investidor, deixando-o receoso sobre as implicações do novo modelo de exploração que o setor de petróleo no Brasil poderá causar sobre o retorno da estatal", disse a analista, em seu relatório.

Em geral, os especialistas já esperavam queda em relação ao lucro recorde do segundo trimestre - em função da redução do valor do barril do petróleo no mercado internacional.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;