Fechar
Publicidade

Sábado, 28 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Demora na reabertura do Hospital Anchieta preocupa comerciantes

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Obra, cuja entrega foi prometida para 2019 pela Prefeitura de S.Bernardo, reduziu movimento


Flavia Kurotori
Do Diário do Grande ABC

21/02/2020 | 00:35


A demora na conclusão das obras do Hospital Anchieta, no Centro de São Bernardo, preocupa comerciantes do entorno. Isso porque, durante o período da reforma, o atendimento no equipamento foi reduzido – os procedimentos foram transferidos para o HC (Hospital de Clínicas) da mesma cidade – e prejudicou a procura pelos estabelecimentos, sobretudo estacionamentos. Inicialmente, a administração municipal tinha previsão de reabertura em 2019.

“A obra e, principalmente, o atraso prejudicam muito porque quebraram nossa renda em 90%, não conseguimos manter igual antes”, afirmou Danilo Nascimento, 27 anos, gerente de estacionamento na Rua Napoleão Laureano, via na parte de trás da entrada principal do hospital. “Cheguei a ligar na Prefeitura e disseram que, em 30 dias, me informariam a previsão de término, mas deu (o período de espera solicitado) e ninguém disse nada, é um descaso”, adicionou.

Proprietária de outro estacionamento na mesma rua, Ana Cristina Dias da Silva, 45, destacou que a reabertura do equipamento é urgente. “(O movimento) Caiu quase 100%, é um caso de vida ou morte”, assinalou. Segundo ela, há boatos de que a conclusão e entrega ocorram logo após o Carnaval, mas não há essa certeza. “Esperamos que a inauguração melhore bastante a situação.”

Comerciante que atua na Rua Silva Jardim, em frente ao Hospital Anchieta, e não se identificou, salientou que o movimento caiu significativamente, ainda que não estime percentuais. “Parece que vai reinaugurar logo, dizem que já nas próximas semanas, e realmente estamos torcendo por isso”, disse.

A modernização do equipamento de saúde foi anunciada em 2017 pela gestão Orlando Morando (PSDB). Objetivo é que seja transformado em unidade hospitalar de câncer e de clínica médica. Até então, era dedicada aos cuidados a pacientes cirúrgicos e internações clínicas, com cerca de 5.000 atendimentos mensais.

Para receber equipamentos de radioterapia, encaminhados pelo Ministério da Saúde, que investiu R$ 10 milhões no projeto, a reforma inclui a construção de um bunker para recebê-los.

A Prefeitura de São Bernardo garantiu, em nota, que as obras de instalação do equipamento de radioterapia estão “próximas de serem concluídas” e que o cronograma é definido pelo Ministério da Saúde. Entretanto, à época do anúncio, Morando frisou que a previsão para conclusão era em dezembro de 2019. O comunicado informou que, atualmente, o hospital faz cerca de 700 atendimentos ambulatoriais por mês, equivalentes a 14% da média antes das intervenções.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;