Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 20 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Netbooks de São Bernardo
têm sistema de segurança


Bruna Gonçalves
Do Diário do Grande ABC

26/02/2011 | 07:06


Os 15 mil netbooks adquiridos pela Prefeitura de São Bernardo para estudantes da rede municipal contarão com sistema de segurança, que permitirá o uso apenas nas escolas.

Os equipamentos devem chegar em março e ser entregues ainda neste semestre, beneficiando cerca de 13 mil alunos entre 9 e 10 anos.

Segundo a secretária de Educação, Cleuza Repulho, para reforçar a segurança dos netbooks nas escolas, os aparelhos vêm programados para funcionar apenas com os códigos instalados nas unidades.

 "Desta maneira, não terá utilidade nenhuma tirar o aparelho da escola, já que só terá conexão com a rede wifi de cada uma. Além disso, o equipamento não tem memória, o que faz com que todo o conteúdo seja armazenado no servidor de cada escola."

Cleuza explica que a intenção é providenciar a distribuição dos equipamentos logo que forem entregues à secretaria. "Estudantes dos demais anos, assim como o EJA (Ensino Para Jovens e Adultos), também vão usufruir dos aparelhos."

De acordo com a secretária, a prioridade são os alunos entre 9 e 10 anos, porque estes vão deixar a rede municipal. "Caberá aos professores, que serão capacitados, fazer o planejamento do uso do equipamento em sala de aula", pontua.

A compra dos aparelhos e o investimento feito fazem parte do Projeto de Reestruturação Tecnológica.

 "Além disso, está em tramite na Prefeitura a abertura de licitação para a aquisição de carteiras para a utilização dos computadores e carrinhos móveis para o transporte. Também vamos adquirir lousas interativas", ressalta Cleuza. Ela afirma que, para isso, a ideia é  os cerca de 5.000 professores sejam capacitados.

 "É importante essa capacitação para que todos os professores usem dos benefícios em sala de aula", frisa. Os netbooks foram adquiridos pela ata de preço do Ministério da Educação, que permite a compra dentro do Prouca (Programa Um Computador Por Aluno). O investimento é de R$ 5,1 milhões.

Outras cidades

Em São Caetano, cerca de 7.000 aparelhos foram entregues ano passado para os alunos do 3º ao 9º anos para uso em sala. No fim do ano letivo, os estudantes do último ano ganham o equipamento. O investimento da administração foi de R$ 32 milhões.

Santo André estuda adquirir netbooks para cerca de 7.000 alunos dos 4º e 5º ano.

Em Ribeirão Pires, a questão está em estudo e Diadema informou que não tem previsão para a compra. As prefeituras de Mauá e Rio Grande da Serra não responderam até o fechamento desta edição.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Netbooks de São Bernardo
têm sistema de segurança

Bruna Gonçalves
Do Diário do Grande ABC

26/02/2011 | 07:06


Os 15 mil netbooks adquiridos pela Prefeitura de São Bernardo para estudantes da rede municipal contarão com sistema de segurança, que permitirá o uso apenas nas escolas.

Os equipamentos devem chegar em março e ser entregues ainda neste semestre, beneficiando cerca de 13 mil alunos entre 9 e 10 anos.

Segundo a secretária de Educação, Cleuza Repulho, para reforçar a segurança dos netbooks nas escolas, os aparelhos vêm programados para funcionar apenas com os códigos instalados nas unidades.

 "Desta maneira, não terá utilidade nenhuma tirar o aparelho da escola, já que só terá conexão com a rede wifi de cada uma. Além disso, o equipamento não tem memória, o que faz com que todo o conteúdo seja armazenado no servidor de cada escola."

Cleuza explica que a intenção é providenciar a distribuição dos equipamentos logo que forem entregues à secretaria. "Estudantes dos demais anos, assim como o EJA (Ensino Para Jovens e Adultos), também vão usufruir dos aparelhos."

De acordo com a secretária, a prioridade são os alunos entre 9 e 10 anos, porque estes vão deixar a rede municipal. "Caberá aos professores, que serão capacitados, fazer o planejamento do uso do equipamento em sala de aula", pontua.

A compra dos aparelhos e o investimento feito fazem parte do Projeto de Reestruturação Tecnológica.

 "Além disso, está em tramite na Prefeitura a abertura de licitação para a aquisição de carteiras para a utilização dos computadores e carrinhos móveis para o transporte. Também vamos adquirir lousas interativas", ressalta Cleuza. Ela afirma que, para isso, a ideia é  os cerca de 5.000 professores sejam capacitados.

 "É importante essa capacitação para que todos os professores usem dos benefícios em sala de aula", frisa. Os netbooks foram adquiridos pela ata de preço do Ministério da Educação, que permite a compra dentro do Prouca (Programa Um Computador Por Aluno). O investimento é de R$ 5,1 milhões.

Outras cidades

Em São Caetano, cerca de 7.000 aparelhos foram entregues ano passado para os alunos do 3º ao 9º anos para uso em sala. No fim do ano letivo, os estudantes do último ano ganham o equipamento. O investimento da administração foi de R$ 32 milhões.

Santo André estuda adquirir netbooks para cerca de 7.000 alunos dos 4º e 5º ano.

Em Ribeirão Pires, a questão está em estudo e Diadema informou que não tem previsão para a compra. As prefeituras de Mauá e Rio Grande da Serra não responderam até o fechamento desta edição.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;