Fechar
Publicidade

Sábado, 11 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Sinfavea apresenta nova proposta aos metalúrgicos


Do Diário OnLine

27/08/2004 | 14:54


O Sinfavea (Sindicato dos Fabricantes de Veículos Automotores) apresentou nesta sexta-feira uma nova proposta aos Sindicatos dos Metalúrgicos ligados à CUT (Central Única dos Trabalhadores). O novo projeto prevê um reajuste salarial de 7%, mais um abono limitado a tetos salariais.

A proposta foi considerada um avanço pelo presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, José Lopez Feijóo. No entanto, segundo ele, ainda está longe da pauta de reivindicações apresentada pela categoria à bancada patronal. “O avanço é tímido. Queremos mais. E já deixamos claro que não aceitamos teto salarial”, afirmou.

O projeto apresentado aos sindicatos prevê 7% de reajuste salarial, limitado ao teto de R$ 5.300 para os trabalhadores de São Bernardo, São Caetano, Tatuí e Taubaté; e R$ 2.650, em São Carlos.

Além disso, a proposta prevê abonos de R$ 450 e R$ 225 (para São Carlos) a serem pagos em uma única parcela em janeiro de 2005. Acima destes tetos, os trabalhadores receberiam reajustes fixos de R$ 371 e R$ 185,50 (para São Carlos).

Os trabalhadores reivindicam reposição salarial de perdas, aumento real mais expressivo , controle de horas extras e ampliação e unificação do piso. Atualmente, o piso da categoria é de R$ 450 para fábricas com até 100 empregados e acima disso, R$ 600.

A campanha salarial deste ano é unificada e reúne sindicalistas de três centrais sindicais, que representam 46.150 metalúrgicos de São Bernardo e Taubaté (CUT), São Caetano e Tatuí (Força Sindical) e São Carlos (CBTE – Central Brasileira de Trabalhadores e Empreendedores).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Sinfavea apresenta nova proposta aos metalúrgicos

Do Diário OnLine

27/08/2004 | 14:54


O Sinfavea (Sindicato dos Fabricantes de Veículos Automotores) apresentou nesta sexta-feira uma nova proposta aos Sindicatos dos Metalúrgicos ligados à CUT (Central Única dos Trabalhadores). O novo projeto prevê um reajuste salarial de 7%, mais um abono limitado a tetos salariais.

A proposta foi considerada um avanço pelo presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, José Lopez Feijóo. No entanto, segundo ele, ainda está longe da pauta de reivindicações apresentada pela categoria à bancada patronal. “O avanço é tímido. Queremos mais. E já deixamos claro que não aceitamos teto salarial”, afirmou.

O projeto apresentado aos sindicatos prevê 7% de reajuste salarial, limitado ao teto de R$ 5.300 para os trabalhadores de São Bernardo, São Caetano, Tatuí e Taubaté; e R$ 2.650, em São Carlos.

Além disso, a proposta prevê abonos de R$ 450 e R$ 225 (para São Carlos) a serem pagos em uma única parcela em janeiro de 2005. Acima destes tetos, os trabalhadores receberiam reajustes fixos de R$ 371 e R$ 185,50 (para São Carlos).

Os trabalhadores reivindicam reposição salarial de perdas, aumento real mais expressivo , controle de horas extras e ampliação e unificação do piso. Atualmente, o piso da categoria é de R$ 450 para fábricas com até 100 empregados e acima disso, R$ 600.

A campanha salarial deste ano é unificada e reúne sindicalistas de três centrais sindicais, que representam 46.150 metalúrgicos de São Bernardo e Taubaté (CUT), São Caetano e Tatuí (Força Sindical) e São Carlos (CBTE – Central Brasileira de Trabalhadores e Empreendedores).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;