Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 1 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Blatter ataca Federação Inglesa

Nunca vi Blatter, inclusive nos momentos mais delicados, deixar de mostrar um sorriso, mesmo forçado


Especial para o Diário

06/09/2011 | 00:00


Se não fosse presidente da Fifa, Joseph Blatter se daria muito bem no comando da ONU. Ou se quisesse poderia dirigir uma entidade de bons samaritanos.

Nunca vi Blatter, inclusive nos momentos mais delicados, deixar de mostrar um sorriso, mesmo forçado. Para as perguntas mais cabeludas sempre deu respostas educadas e sem apelação.

No entanto, foi contundente a declaração de Blatter contra os dirigentes ingleses, que torpedeiam a gestão da Fifa e até hoje não aceitam a perda para a Rússia de ser a sede da Copa de 2018.

O presidente da Fifa disse que os ingleses são prepotentes e querem mandar no futebol. Afirmou também que eles nunca aceitaram a derrota de Sir Stanley Ross para João Havelange, em 1974.

A guerra foi declarada pelos ingleses há muito tempo. E agora, parece, foi aceita por Blatter. David Bernstei, atual presidente da Football Association, quer que as federações europeias rompam com a Fifa e criem uma entidade independente. É a velha cultura colonialista. Não se consegue imaginar a consequência dessa guerra.

ABEL E CAÍM

É inacreditável a política no Palmeiras. Quem está fora da gestão não dá sossego à situação. E quando a oposição assume o poder, quem perde a eleição torpedeia, sempre com muita deslealdade, quem está no comando.

Não há paz para administrar o clube. Não há condição para se trabalhar com a mínima tranquilidade. Se não bastasse a imensa dívida e os diversos problemas, a oposição cria fatos constrangedores e desestabiliza o ambiente.

A faixa colocada perto do CT pedindo a saída de Felipão mostra que esse tipo de atitude só prejudica o próprio clube. Mesmo com as restrições que faço ao treinador palmeirense, é indiscutível que ele é imprescindível neste momento.

A campanha que o clube está fazendo no Brasileiro, colocando-se em sexto lugar na classificação, tem uma importante participação de Felipão. Por isso, o autor, ou autores da faixa, são debiloides ou querem atrapalhar o clube.

RODADA SÃO-PAULINA

O São Paulo tomou sufoco em Florianópolis, mas venceu o Avaí. Flamengo, Vasco e Corinthians perderam. Por isso o Tricolor paulista está comemorando.

Encostar no líder Corinthians e não ser alcançado por Flamengo e Vasco da Gama dão suporte e motivação para os torcedores são-paulinos. Eles vão encher o Morumbi amanhã no jogo 1.000 de Rogério Ceni.

Aos trancos e barrancos, mesmo com a torcida chamando de burro o seu treinador, o São Paulo está chegando...

Márcio Bernardes é âncora da rede Transamérica de Rádio e professor universitário. http://www.marciobernardes.com.br/



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Blatter ataca Federação Inglesa

Nunca vi Blatter, inclusive nos momentos mais delicados, deixar de mostrar um sorriso, mesmo forçado

Especial para o Diário

06/09/2011 | 00:00


Se não fosse presidente da Fifa, Joseph Blatter se daria muito bem no comando da ONU. Ou se quisesse poderia dirigir uma entidade de bons samaritanos.

Nunca vi Blatter, inclusive nos momentos mais delicados, deixar de mostrar um sorriso, mesmo forçado. Para as perguntas mais cabeludas sempre deu respostas educadas e sem apelação.

No entanto, foi contundente a declaração de Blatter contra os dirigentes ingleses, que torpedeiam a gestão da Fifa e até hoje não aceitam a perda para a Rússia de ser a sede da Copa de 2018.

O presidente da Fifa disse que os ingleses são prepotentes e querem mandar no futebol. Afirmou também que eles nunca aceitaram a derrota de Sir Stanley Ross para João Havelange, em 1974.

A guerra foi declarada pelos ingleses há muito tempo. E agora, parece, foi aceita por Blatter. David Bernstei, atual presidente da Football Association, quer que as federações europeias rompam com a Fifa e criem uma entidade independente. É a velha cultura colonialista. Não se consegue imaginar a consequência dessa guerra.

ABEL E CAÍM

É inacreditável a política no Palmeiras. Quem está fora da gestão não dá sossego à situação. E quando a oposição assume o poder, quem perde a eleição torpedeia, sempre com muita deslealdade, quem está no comando.

Não há paz para administrar o clube. Não há condição para se trabalhar com a mínima tranquilidade. Se não bastasse a imensa dívida e os diversos problemas, a oposição cria fatos constrangedores e desestabiliza o ambiente.

A faixa colocada perto do CT pedindo a saída de Felipão mostra que esse tipo de atitude só prejudica o próprio clube. Mesmo com as restrições que faço ao treinador palmeirense, é indiscutível que ele é imprescindível neste momento.

A campanha que o clube está fazendo no Brasileiro, colocando-se em sexto lugar na classificação, tem uma importante participação de Felipão. Por isso, o autor, ou autores da faixa, são debiloides ou querem atrapalhar o clube.

RODADA SÃO-PAULINA

O São Paulo tomou sufoco em Florianópolis, mas venceu o Avaí. Flamengo, Vasco e Corinthians perderam. Por isso o Tricolor paulista está comemorando.

Encostar no líder Corinthians e não ser alcançado por Flamengo e Vasco da Gama dão suporte e motivação para os torcedores são-paulinos. Eles vão encher o Morumbi amanhã no jogo 1.000 de Rogério Ceni.

Aos trancos e barrancos, mesmo com a torcida chamando de burro o seu treinador, o São Paulo está chegando...

Márcio Bernardes é âncora da rede Transamérica de Rádio e professor universitário. http://www.marciobernardes.com.br/

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;