Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 7 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Rogério Ceni está na mira do Tribunal


Das Agências

22/04/2008 | 07:13


Procurador do Tribunal de Justiça Desportiva da Federação Paulista de Futebol, Antônio Carlos Meccia disse ontem que o tapa no meio-campista palmeirense Valdivia pode render ao goleiro Rogério Ceni, do São Paulo, uma pena disciplinar. O lance ocorreu no último domingo, durante a semifinal do Campeonato Paulista disputada no Palestra Itália. Após o segundo gol palmeirense – o jogo terminou 2 a 0 –, o goleiro são-paulino deu um tapa no rosto do chileno após o adversário ter provocado o goleiro com o sinal de silêncio.

De acordo com o procurador, Rogério deve ser enquadrado no artigo 250 do Código Desportivo Brasileiro, por ato desleal ou inconveniente, ou no artigo 255, por ato hostil. Nos dois casos, a pena varia de um a três jogos.

No entanto, Meccia explica que a suspensão poderá não ser cumprida. “Como o Campeonato Paulista terminou, sua suspensão deve ser revertida em cestas básicas”, explica.

O procurador ainda disse que a o tribunal analisará a acusação do São Paulo de que gás de pimenta foi jogado no vestiário visitante durante o intervalo. O árbitro Wilson Luiz Seneme relatou o ocorrido na súmula do clássico.

“Vamos apurar a responsabilidade do mandante. As penas são variáveis e vão desde multa a perda de mando de campo”, afirmou.

Na manhã de ontem, o técnico Muricy Ramalho foi submetido a exames toxicológicos no IML do Hospital das Clínicas. O técnico fez exames de sangue e urina. Não há uma data prevista para que o resultado seja conhecido, segundo a assessoria do clube. O treinador passou mal ainda no gramado do Palestra Itália.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Rogério Ceni está na mira do Tribunal

Das Agências

22/04/2008 | 07:13


Procurador do Tribunal de Justiça Desportiva da Federação Paulista de Futebol, Antônio Carlos Meccia disse ontem que o tapa no meio-campista palmeirense Valdivia pode render ao goleiro Rogério Ceni, do São Paulo, uma pena disciplinar. O lance ocorreu no último domingo, durante a semifinal do Campeonato Paulista disputada no Palestra Itália. Após o segundo gol palmeirense – o jogo terminou 2 a 0 –, o goleiro são-paulino deu um tapa no rosto do chileno após o adversário ter provocado o goleiro com o sinal de silêncio.

De acordo com o procurador, Rogério deve ser enquadrado no artigo 250 do Código Desportivo Brasileiro, por ato desleal ou inconveniente, ou no artigo 255, por ato hostil. Nos dois casos, a pena varia de um a três jogos.

No entanto, Meccia explica que a suspensão poderá não ser cumprida. “Como o Campeonato Paulista terminou, sua suspensão deve ser revertida em cestas básicas”, explica.

O procurador ainda disse que a o tribunal analisará a acusação do São Paulo de que gás de pimenta foi jogado no vestiário visitante durante o intervalo. O árbitro Wilson Luiz Seneme relatou o ocorrido na súmula do clássico.

“Vamos apurar a responsabilidade do mandante. As penas são variáveis e vão desde multa a perda de mando de campo”, afirmou.

Na manhã de ontem, o técnico Muricy Ramalho foi submetido a exames toxicológicos no IML do Hospital das Clínicas. O técnico fez exames de sangue e urina. Não há uma data prevista para que o resultado seja conhecido, segundo a assessoria do clube. O treinador passou mal ainda no gramado do Palestra Itália.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;