Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Postos de Saúde do Rio atendem 900 pessoas da festa de Ano Novo


Da Agência Brasil

01/01/2006 | 16:03


Os postos de saúde do Rio de Janeiro atenderam a 900 pessoas nos nove pontos de festa de final de ano da cidade. Apenas em Copacabana, onde cerca de dois milhões de pessoas se reuniram para comemorar a chegada do Ano Novo, 600 pessoas foram atendidas, sendo a maioria por excesso de ingestão de bebidas alcoólicas.

Dos 900 pacientes, apenas 14 precisaram ser encaminhadas para hospitais. Entre os casos de mais urgência, estavam o de duas mulheres que entraram em trabalho de parto e tiveram de ser levadas para o Hospital Miguel Couto, na zona sul da cidade.

Já a Guarda Municipal considerou a passagem de ano do carioca uma festa tranqüila, na qual foram registradas 58 ocorrências. O número é inferior à média registrada nos últimos três anos. Entre as ocorrências estavam 21 crianças que se perderam dos pais, oito acidentes de carro sem vítimas e a apreensão de mercadorias.

A festa também foi considerada mais limpa do que a do ano passado. A Companhia de Limpeza Urbana do Rio recolheu 624 toneladas de lixo em toda a orla da cidade, ou seja 10% a menos do que no ano passado.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Postos de Saúde do Rio atendem 900 pessoas da festa de Ano Novo

Da Agência Brasil

01/01/2006 | 16:03


Os postos de saúde do Rio de Janeiro atenderam a 900 pessoas nos nove pontos de festa de final de ano da cidade. Apenas em Copacabana, onde cerca de dois milhões de pessoas se reuniram para comemorar a chegada do Ano Novo, 600 pessoas foram atendidas, sendo a maioria por excesso de ingestão de bebidas alcoólicas.

Dos 900 pacientes, apenas 14 precisaram ser encaminhadas para hospitais. Entre os casos de mais urgência, estavam o de duas mulheres que entraram em trabalho de parto e tiveram de ser levadas para o Hospital Miguel Couto, na zona sul da cidade.

Já a Guarda Municipal considerou a passagem de ano do carioca uma festa tranqüila, na qual foram registradas 58 ocorrências. O número é inferior à média registrada nos últimos três anos. Entre as ocorrências estavam 21 crianças que se perderam dos pais, oito acidentes de carro sem vítimas e a apreensão de mercadorias.

A festa também foi considerada mais limpa do que a do ano passado. A Companhia de Limpeza Urbana do Rio recolheu 624 toneladas de lixo em toda a orla da cidade, ou seja 10% a menos do que no ano passado.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;