Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 10 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Icasa valorizou vitória do Azulão, diz Sérgio Guedes


Marco Borba
Do Diário do Grande ABC

15/08/2010 | 07:04


O Icasa supervalorizou a vitória de virada do São Caetano sexta-feira, no Anacleto Campanella. Foi à conclusão a que chegou o técnico Sérgio Guedes ao ser indagado sobre as lições que a equipe deveria tirar da partida, já que teve dificuldades e só reverteu o placar adverso no fim do jogo.

"Temos de valorizar o adversário, que fez boa partida e nos impôs essa condição de dominados", comentou.

O treinador admite que a queda de rendimento da equipe contra os cearenses pode ter ocorrido por causa do desgaste na vitória sobre o Coritiba (o campo estava pesado por causa da chuva) e a proximidade entre um jogo e outro.

"É possível, mas a gente sempre avalia e conversa com os jogadores para ver se tem alguém mais desgastado ou cansado. Se estiver, trocaremos".

Para o compromisso de terça-feira diante do Sport, o treinador espera contar com o retorno do goleiro reserva Leandro Santos.

O jogador se recupera de luxação na fíbula e voltou aos treinos quinta-feira. Leandro ficou de fora dos jogos contra o Guaratinguetá, Coritiba e o Icasa, respectivamente.

A contusão ocorreu durante treino coletivo, mas não houve contato do goleiro com outro jogador. A lesão ocorreu no momento em que o jogador girou o corpo, e o pé direito ficou preso na grama.

Segundo o médico do clube, Paulo Fortes, esse tipo de lesão não é comum no futebol. "É esporádica, mas acontece. Pode ocorrer se o gramado ou a chuteira não são bons. Algumas (chuteiras) não têm os cravos de trás redondos. São compridos e isso não facilita o giro nas movimentações, o que pode contribuir para essas lesões", explicou.

O médico diz que já orientou os atletas sobre os riscos que correm ao utilizarem tais chuteiras. "A gente sempre orienta para usarem as mais confortáveis, mas alguns se deixam levar pela moda, pelo marketing".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Icasa valorizou vitória do Azulão, diz Sérgio Guedes

Marco Borba
Do Diário do Grande ABC

15/08/2010 | 07:04


O Icasa supervalorizou a vitória de virada do São Caetano sexta-feira, no Anacleto Campanella. Foi à conclusão a que chegou o técnico Sérgio Guedes ao ser indagado sobre as lições que a equipe deveria tirar da partida, já que teve dificuldades e só reverteu o placar adverso no fim do jogo.

"Temos de valorizar o adversário, que fez boa partida e nos impôs essa condição de dominados", comentou.

O treinador admite que a queda de rendimento da equipe contra os cearenses pode ter ocorrido por causa do desgaste na vitória sobre o Coritiba (o campo estava pesado por causa da chuva) e a proximidade entre um jogo e outro.

"É possível, mas a gente sempre avalia e conversa com os jogadores para ver se tem alguém mais desgastado ou cansado. Se estiver, trocaremos".

Para o compromisso de terça-feira diante do Sport, o treinador espera contar com o retorno do goleiro reserva Leandro Santos.

O jogador se recupera de luxação na fíbula e voltou aos treinos quinta-feira. Leandro ficou de fora dos jogos contra o Guaratinguetá, Coritiba e o Icasa, respectivamente.

A contusão ocorreu durante treino coletivo, mas não houve contato do goleiro com outro jogador. A lesão ocorreu no momento em que o jogador girou o corpo, e o pé direito ficou preso na grama.

Segundo o médico do clube, Paulo Fortes, esse tipo de lesão não é comum no futebol. "É esporádica, mas acontece. Pode ocorrer se o gramado ou a chuteira não são bons. Algumas (chuteiras) não têm os cravos de trás redondos. São compridos e isso não facilita o giro nas movimentações, o que pode contribuir para essas lesões", explicou.

O médico diz que já orientou os atletas sobre os riscos que correm ao utilizarem tais chuteiras. "A gente sempre orienta para usarem as mais confortáveis, mas alguns se deixam levar pela moda, pelo marketing".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;