Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 26 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Petroleiros estao em estado de greve


Do Diário do Grande ABC

19/01/1999 | 11:37


O diretor da CUT (Central Unica dos Trabalhadores), Antonio Carlos Spis, ex-diretor da FUP (Federaçao Unica dos Petroleiros) afirmou nesta terça-feira que os 15 mil petroleiros de todo país estao em estado de greve e podem parar a qualquer momento. "Todo mundo está preparado para uma paralisaçao, nacionalmente e regionalmente".

Spis disse que para a greve ser deflagrada basta que a Petrobrás faça "qualquer ataque ao direito coletivo da categoria". A previsao é que a paralisaçao aconteça no dia 1º de fevereiro ou até antes.

Segundo Spis, a relaçao entre a Petrobrás e seus funcionários está passando por vários conflitos. A empresa quer aumentar a jornada de trabalho, o que, segundo Spis, coloca em risco empregos de vários funcionários da produçao. O acordo coletivo da categoria está vencido desde setembro e foi prorrogado até dezembro. Além disso, os petroleiros também reclamam a falta de reajuste salarial.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Petroleiros estao em estado de greve

Do Diário do Grande ABC

19/01/1999 | 11:37


O diretor da CUT (Central Unica dos Trabalhadores), Antonio Carlos Spis, ex-diretor da FUP (Federaçao Unica dos Petroleiros) afirmou nesta terça-feira que os 15 mil petroleiros de todo país estao em estado de greve e podem parar a qualquer momento. "Todo mundo está preparado para uma paralisaçao, nacionalmente e regionalmente".

Spis disse que para a greve ser deflagrada basta que a Petrobrás faça "qualquer ataque ao direito coletivo da categoria". A previsao é que a paralisaçao aconteça no dia 1º de fevereiro ou até antes.

Segundo Spis, a relaçao entre a Petrobrás e seus funcionários está passando por vários conflitos. A empresa quer aumentar a jornada de trabalho, o que, segundo Spis, coloca em risco empregos de vários funcionários da produçao. O acordo coletivo da categoria está vencido desde setembro e foi prorrogado até dezembro. Além disso, os petroleiros também reclamam a falta de reajuste salarial.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;