Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 14 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Sharon prevê referendo sobre plano de retirada de Gaza


Da AFP

08/09/2004 | 18:03


Um canal de televisão de Israel informou, nesta quarta-feira, que o primeiro-ministro israelense, Ariel Sharon, prevê submeter a um referendo seu plano de retirada da Faixa de Gaza.

É provável que essa consulta popular seja realizada no final de novembro ou início de dezembro, o que permitirá respeitar o calendário fixado por Sharon para a evacuação da Faixa de Gaza e dos 8 mil colonos que vivem nessa região. A operação de retirada deve terminar no início de março de 2005, segundo as previsões.

Sharon, que carece de maioria parlamentar estável e de apoio da ala radical do Likud, seu partido (de direita), espera obter com esse referendo a aprovação dos israelenses para levar adiante seu projeto.

Segundo as pesquisas, mais de 60% dos israelenses e uma parte dos eleitores do Likud são favoráveis à retirada da Faixa de Gaza.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Sharon prevê referendo sobre plano de retirada de Gaza

Da AFP

08/09/2004 | 18:03


Um canal de televisão de Israel informou, nesta quarta-feira, que o primeiro-ministro israelense, Ariel Sharon, prevê submeter a um referendo seu plano de retirada da Faixa de Gaza.

É provável que essa consulta popular seja realizada no final de novembro ou início de dezembro, o que permitirá respeitar o calendário fixado por Sharon para a evacuação da Faixa de Gaza e dos 8 mil colonos que vivem nessa região. A operação de retirada deve terminar no início de março de 2005, segundo as previsões.

Sharon, que carece de maioria parlamentar estável e de apoio da ala radical do Likud, seu partido (de direita), espera obter com esse referendo a aprovação dos israelenses para levar adiante seu projeto.

Segundo as pesquisas, mais de 60% dos israelenses e uma parte dos eleitores do Likud são favoráveis à retirada da Faixa de Gaza.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;