Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 28 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Cameron pede que Otan repense relação com a Rússia



02/08/2014 | 07:32


O primeiro-ministro britânico, David Cameron, disse que a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) deve repensar sua relação de longo prazo com a Rússia após suas ações "ilegais" na Ucrânia.

Em carta destinada aos aliados, ele afirmou estar claro que a Rússia vê a Otan como um adversário. Cameron reforçou que a organização deve reforçar sua capacidade de responder rapidamente a qualquer ameaça e decidir como sustentará sua robusta presença no Leste Europeu.

O documento, que foi divulgado neste sábado, surge seis semanas depois de uma cúpula da Otan no País de Gales, a primeira realizada no Reino Unido desde que Margaret Thatcher foi a anfitriã do encontro de 1990, quando a Guerra Fria estava chegando ao fim.

O premiê britânico disse, ainda, que o mundo de hoje é mais imprevisível, desde que a "Rússia rasgou o livro de regras ao anexar ilegalmente a Crimeia e desestabilizar agressivamente a Ucrânia". Fonte: Associated Press.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Cameron pede que Otan repense relação com a Rússia


02/08/2014 | 07:32


O primeiro-ministro britânico, David Cameron, disse que a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) deve repensar sua relação de longo prazo com a Rússia após suas ações "ilegais" na Ucrânia.

Em carta destinada aos aliados, ele afirmou estar claro que a Rússia vê a Otan como um adversário. Cameron reforçou que a organização deve reforçar sua capacidade de responder rapidamente a qualquer ameaça e decidir como sustentará sua robusta presença no Leste Europeu.

O documento, que foi divulgado neste sábado, surge seis semanas depois de uma cúpula da Otan no País de Gales, a primeira realizada no Reino Unido desde que Margaret Thatcher foi a anfitriã do encontro de 1990, quando a Guerra Fria estava chegando ao fim.

O premiê britânico disse, ainda, que o mundo de hoje é mais imprevisível, desde que a "Rússia rasgou o livro de regras ao anexar ilegalmente a Crimeia e desestabilizar agressivamente a Ucrânia". Fonte: Associated Press.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;