Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 15 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Brasil tenta superar desfalques em teste de paciência contra a Croácia

Expectativa é a de que o amistoso de hoje, em Liverpool, tenha a cara dos primeiros jogos do time na Copa


Anderson Fattori
do Diário do Grande ABC

03/06/2018 | 07:07


Tite bem que queria, mas não vai conseguir ver em campo hoje, às 11h, contra a Croácia, o time que pretende usar na estreia da Copa do Mundo. As lesões impedem o aproveitamento dos 23 jogadores convocados e algumas ausências são mais sentidas, como as de Neymar e de Douglas Costa. O primeiro estará no banco e vai entrar no intervalo, enquanto o segundo está vetado.

O duelo, que ocorrerá em Liverpool, na Inglaterra, vai servir para testar o comportamento da equipe diante de adversário com proposta de jogo parecida com a que o Brasil vai enfrentar na primeira fase do Mundial. Muita marcação e vigor físico. Até por isso, Douglas Costa e Neymar seriam imprescindíveis.

Tite armou o time com meio campo mais leve para suprir a ausência de um meia armador. Philippe Coutinho, que geralmente faz essa função, deve ocupar espaço que será de Neymar, caindo pelo esquerda. Willian será o outro jogador de beirada, pela direita, com Gabriel Jesus mais centralizado.

Será um teste, sobretudo, de paciência à Seleção. A expectativa é que a Croácia, que está no Grupo D da Copa ao lado de Argentina, Nigéria e Islândia, ofereça resistência. O time confia no talento da dupla Rakitic e Modric, de Barcelona e Real Madrid, mas não deve atacar muito o Brasil, até porque está em busca de confiança após passar apuros nas Eliminatórias.

A partida será especial para o lateral-direito Danilo. Ele foi um dos últimos nomes incluídos na lista pelo treinador, após a lesão de Daniel Alves, e com Fagner em fase final de recuperação de lesão muscular, tem oportunidade de mostrar trabalho.

“Não tenho de fazer nada diferente do que faço no meu clube no dia a dia. Certamente, foi isso que fez o Tite me convocar. Tenho certeza que assim é a melhor maneira de jogar e poder conquistar meu espaço aqui dentro”, comentou o jogador do Manchester City.

O jogador revelou papo com Tite durante a semana. “O Tite conversou comigo já, como imagino que tenha feito com quase todos os jogadores. Ele tenta manter padrão de jogo, mostrou vídeos e situações, assim como conversou com Fagner e com outros jogadores para todos ficarem cientes do que têm de fazer em campo.” 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Brasil tenta superar desfalques em teste de paciência contra a Croácia

Expectativa é a de que o amistoso de hoje, em Liverpool, tenha a cara dos primeiros jogos do time na Copa

Anderson Fattori
do Diário do Grande ABC

03/06/2018 | 07:07


Tite bem que queria, mas não vai conseguir ver em campo hoje, às 11h, contra a Croácia, o time que pretende usar na estreia da Copa do Mundo. As lesões impedem o aproveitamento dos 23 jogadores convocados e algumas ausências são mais sentidas, como as de Neymar e de Douglas Costa. O primeiro estará no banco e vai entrar no intervalo, enquanto o segundo está vetado.

O duelo, que ocorrerá em Liverpool, na Inglaterra, vai servir para testar o comportamento da equipe diante de adversário com proposta de jogo parecida com a que o Brasil vai enfrentar na primeira fase do Mundial. Muita marcação e vigor físico. Até por isso, Douglas Costa e Neymar seriam imprescindíveis.

Tite armou o time com meio campo mais leve para suprir a ausência de um meia armador. Philippe Coutinho, que geralmente faz essa função, deve ocupar espaço que será de Neymar, caindo pelo esquerda. Willian será o outro jogador de beirada, pela direita, com Gabriel Jesus mais centralizado.

Será um teste, sobretudo, de paciência à Seleção. A expectativa é que a Croácia, que está no Grupo D da Copa ao lado de Argentina, Nigéria e Islândia, ofereça resistência. O time confia no talento da dupla Rakitic e Modric, de Barcelona e Real Madrid, mas não deve atacar muito o Brasil, até porque está em busca de confiança após passar apuros nas Eliminatórias.

A partida será especial para o lateral-direito Danilo. Ele foi um dos últimos nomes incluídos na lista pelo treinador, após a lesão de Daniel Alves, e com Fagner em fase final de recuperação de lesão muscular, tem oportunidade de mostrar trabalho.

“Não tenho de fazer nada diferente do que faço no meu clube no dia a dia. Certamente, foi isso que fez o Tite me convocar. Tenho certeza que assim é a melhor maneira de jogar e poder conquistar meu espaço aqui dentro”, comentou o jogador do Manchester City.

O jogador revelou papo com Tite durante a semana. “O Tite conversou comigo já, como imagino que tenha feito com quase todos os jogadores. Ele tenta manter padrão de jogo, mostrou vídeos e situações, assim como conversou com Fagner e com outros jogadores para todos ficarem cientes do que têm de fazer em campo.” 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;