Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 24 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Eletricitários da Cemig entram em greve


Do Diário do Grande ABC

08/11/2000 | 14:06


Os funcionários da Cemig entraram em greve nesta quarta-feira por tempo indeterminado. De acordo com informaçoes do Sindicato dos Eletricitários (Sindieletro), a greve já conquistou adesao de 80% dos 11.500 empregados da empresa, principalmente na capital mineira e nas principais cidades do interior.

A categoria reivindica um reajuste salarial de 18,72%, aumento real de salário de 16,48%, garantia no emprego, fim da terceirizaçao e reabertura de agências de atendimento.

O Sindicato dos Eletricitários de Minas Gerais (Sindieletro) afirma que a empresa ofereceu apenas um reajuste de 5,5%. No final da manha desta quarta-feira, a direçao da empresa informou que vai pedir a instalaçao do dissídio na Justiça do Trabalho para resolver o impasse.

A paralisaçao foi decidida na noite de terça-feira.

Ficarao paradas as usinas e subestaçoes em Paracatú, Governador Valadares, Montes Claros, Uberlândia, Sete Lagoas, Coronel Fabriciano, Ponte Nova e Viçosa. As usinas de Três Marias, Nova Ponte, Sao Simao, Jaguara e Emborcaçao também devem aderir ao movimento.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Eletricitários da Cemig entram em greve

Do Diário do Grande ABC

08/11/2000 | 14:06


Os funcionários da Cemig entraram em greve nesta quarta-feira por tempo indeterminado. De acordo com informaçoes do Sindicato dos Eletricitários (Sindieletro), a greve já conquistou adesao de 80% dos 11.500 empregados da empresa, principalmente na capital mineira e nas principais cidades do interior.

A categoria reivindica um reajuste salarial de 18,72%, aumento real de salário de 16,48%, garantia no emprego, fim da terceirizaçao e reabertura de agências de atendimento.

O Sindicato dos Eletricitários de Minas Gerais (Sindieletro) afirma que a empresa ofereceu apenas um reajuste de 5,5%. No final da manha desta quarta-feira, a direçao da empresa informou que vai pedir a instalaçao do dissídio na Justiça do Trabalho para resolver o impasse.

A paralisaçao foi decidida na noite de terça-feira.

Ficarao paradas as usinas e subestaçoes em Paracatú, Governador Valadares, Montes Claros, Uberlândia, Sete Lagoas, Coronel Fabriciano, Ponte Nova e Viçosa. As usinas de Três Marias, Nova Ponte, Sao Simao, Jaguara e Emborcaçao também devem aderir ao movimento.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;