Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 6 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Munícipes criticam troca de asfalto sem necessidade em São Caetano

Claudinei Plaza/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Prefeitura faz recapeamento de rua sem saída que serve de pátio para caminhões


Daniel Tossato e Heitor Agricio
Do Diário do Grande ABC

24/09/2021 | 00:01


Moradores do Bairro Fundação, em São Caetano, reclamam de obra da Prefeitura, sob comando do prefeito interino Tite Campanella (Cidadania), que está recapeando trecho da Rua Municipal, que é sem saída. Os munícipes sustentam que a via estava em boas condições e que não precisava receber novo asfalto, ao contrário de outras ruas do bairro que estão em condições bem piores. Além disso, os moradores reclamam da quantidade de caminhões que passam pelas vias locais e relatam que alguns dos motoristas utilizam parte da Rua Municipal como estacionamento ou área de manobra de carretas.

Roberto Amancio Cruz, 59 anos, presidente da União dos Moradores do Bairro Fundação, mostra inconformismo com o recapeamento e com o “caos” que virou o bairro. Segundo o líder comunitário, o asfalto da Rua Municipal não estava em más condições para que fosse realizado um novo recapeamento asfáltico. 

“Não entendemos por qual motivo a Prefeitura está asfaltando novamente o trecho da via. Há outras ruas no bairro que estão em condições piores e que ainda não foram recapeadas. O bairro <CF51>(Fundação)</CF> anda largado. Fica difícil ver este tipo de coisa e não achar ruim”, declarou Cruz. “Além do mais, é preciso que a Prefeitura tome uma atitude em relação a quantidade de caminhões que passam pelo local. Eles utilizam a rua e outras paralelas como estacionamento e até como pátio de manobras”, afirmou o morador.

Equipe do Diário esteve na Rua Municipal, ontem, e observou que, de fato, a quantidade de caminhões que trafegam pela via é grande. São carretas dos mais diversos tipos e tamanhos. Na rua, havia dezenas de caminhões estacionados. Como a pista é estreita, já que o Bairro Fundação é um dos mais antigos de São Caetano, os caminhões parados atrapalham o trânsito local.

Para o pedreiro Danilo Savazi, 35, a situação na Rua Municipal beira “a bagunça”. “A rua parece um estacionamento de caminhões. Há muito barulho e mau cheiro. Tudo muito bagunçado”, declarou o morador. 

A Rua Municipal é passagem para diversas empresas que atuam no local e não tem saída, já que o trecho final, com nome de Dr. Ramos de Azevedo, acaba no depósito da Móveis Bartira. A via está ligada à Avenida dos Estados, o que facilita o trânsito de caminhões pesados, bastante comum nas vias que foram o Bairro Fundação. 

Por meio de nota, a Prefeitura de São Caetano informou que a obra de recapeamento é uma determinação da administração e que a Secretaria de Serviços Urbanos e a Secretaria de Mobilidade Urbana têm planificação para manutenção das vias e “equipe de engenheiros para identificar quais vias que necessitam de recapeamento ou tapa-buracos. Sabendo disso, a Prefeitura tem um planejamento de manutenção”. Ainda conforme a administração, o valor investido no recapeamento foi de R$ 88,72 por metro quadrado, mas a Prefeitura não informou quantos metros de via foram recapeados no local.

Sobre a movimentação intensa de caminhões pelas ruas do bairro, a Prefeitura alegou que não existe legislação que proíba movimentação de carretas no local.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;