Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 7 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Santo André vence Rio Claro nos pênaltis

Após passar sufoco, Ramalhão garante passe para semifinal da Série A-2 do Paulista


Vinícius Casteli
Do Diário do Grande ABC

07/04/2019 | 07:00


A noite não foi fácil para o Santo André ontem, no Estádio Dr. Augusto Schmidt Filho, no Interior, em jogo diante do Rio Claro. As esquipes se enfrentaram pela Série A-2 do Paulista em disputa por vaga para a semifinal. Mas para o Ramalhão era tudo ou nada, pois como perdeu para o adversário, na quarta-feira, por 1 a 0, só uma vitória com dois gols de diferença garantiria vaga para a semifinal.

Mas não foi o que aconteceu. Ao menos no tempo normal. O Ramalhão quase viu a classificação ir embora após marcar dois gols, de Rhuan e Christian, e tomar um, já nos acréscimos, de Roger Bernardo. O resultado fez as equipes decidirem a vaga nos pênaltis. O Ramalhão levou a melhor, por 5 a 4, após Thomazella defender cobrança de Salustiano. Para o Galo Azul a disputa acabou.

O campo encharcado por conta da chuva atrapalhou ambas as equipes. Com bola sem rolar, os jogadores tiveram de optar por jogadas de longa distância e dispôr de muito fôlego. Aos 23 minutos o Galo Azul causou sufoco na área do Santo André, com diversas tentativas de colocar a bola na rede. O time do Interior não deu tempo para o Santo André respirar, com boas jogada de Franco e Toninho.

Mas após cobrança de escanteio Rhuan encheu o pé e abriu o placar para o Ramalhão, aos 30 minutos. O gol deu fôlego ao time da região, que passou a fazer mais jogadas de ataque. Em grande jogada, aos 40, Christian enfiou o pé na bola e anotou o segundo do Ramalhão, para tristeza do goleiro Murilo Prates.

O segundo tempo começou confuso, com jogadas que não passavam do meio de campo. Mas o Roger Bernardo tentou correr atrás do prejuízo. Aos 24 minutos, formou-se um ‘bolo’ na área do Santo André, que passou sufoco. No desespero do fim do jogo, o Rio Claro colocou pressão e já nos acréscimos, em cobrança de falta, Roger Bernardo chacoalhou a rede do Ramalhão, levando a disputa para os pênaltis. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Santo André vence Rio Claro nos pênaltis

Após passar sufoco, Ramalhão garante passe para semifinal da Série A-2 do Paulista

Vinícius Casteli
Do Diário do Grande ABC

07/04/2019 | 07:00


A noite não foi fácil para o Santo André ontem, no Estádio Dr. Augusto Schmidt Filho, no Interior, em jogo diante do Rio Claro. As esquipes se enfrentaram pela Série A-2 do Paulista em disputa por vaga para a semifinal. Mas para o Ramalhão era tudo ou nada, pois como perdeu para o adversário, na quarta-feira, por 1 a 0, só uma vitória com dois gols de diferença garantiria vaga para a semifinal.

Mas não foi o que aconteceu. Ao menos no tempo normal. O Ramalhão quase viu a classificação ir embora após marcar dois gols, de Rhuan e Christian, e tomar um, já nos acréscimos, de Roger Bernardo. O resultado fez as equipes decidirem a vaga nos pênaltis. O Ramalhão levou a melhor, por 5 a 4, após Thomazella defender cobrança de Salustiano. Para o Galo Azul a disputa acabou.

O campo encharcado por conta da chuva atrapalhou ambas as equipes. Com bola sem rolar, os jogadores tiveram de optar por jogadas de longa distância e dispôr de muito fôlego. Aos 23 minutos o Galo Azul causou sufoco na área do Santo André, com diversas tentativas de colocar a bola na rede. O time do Interior não deu tempo para o Santo André respirar, com boas jogada de Franco e Toninho.

Mas após cobrança de escanteio Rhuan encheu o pé e abriu o placar para o Ramalhão, aos 30 minutos. O gol deu fôlego ao time da região, que passou a fazer mais jogadas de ataque. Em grande jogada, aos 40, Christian enfiou o pé na bola e anotou o segundo do Ramalhão, para tristeza do goleiro Murilo Prates.

O segundo tempo começou confuso, com jogadas que não passavam do meio de campo. Mas o Roger Bernardo tentou correr atrás do prejuízo. Aos 24 minutos, formou-se um ‘bolo’ na área do Santo André, que passou sufoco. No desespero do fim do jogo, o Rio Claro colocou pressão e já nos acréscimos, em cobrança de falta, Roger Bernardo chacoalhou a rede do Ramalhão, levando a disputa para os pênaltis. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;