Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 30 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Tucano quer redução de comissões em Sto.André


Leandro Laranjeira
Do Diário do Grande ABC

06/04/2007 | 07:10


O vereador Paulinho Serra (PSDB) promete levantar a discussão de um tema recorrente na Câmara de Santo André, especialmente no início de cada ano: comissões permanentes. Ele protocolou projeto com a intenção de reduzir o número de comissões existentes atualmente – de sete para cinco – a fim de “facilitar os trâmites dos trabalhos na Casa”.

“Percebemos que muitas comissões não cumprem o papel para o qual foram criadas”, justifica. O tucano lembra que no ano passado, a Casa, a pedido do parlamentar Carlos Ferreira (PDT), extinguiu a comissão de Legislação Participativa por conta de sua inutilidade.

Serra explica que a redução proposta não implica na extinção de comissões. A idéia, justifica, é promover a fusão entre elas. “Quando o Legislativo cria uma comissão para tratar de um assunto em específico parece que será mais fácil para trabalharmos. Mas, com o tempo, na prática, nem sempre é isso o que acontece. Muitas ficam ociosas e passam a existir apenas no papel.”

A sugestão do tucano é que sejam mantidas, sem alterações, as comissões de Justiça e Redação e de Segurança Pública. No entanto, quer fundir as comissões de Desenvolvimento Urbano e de Saúde, Saneamento Básico, Ecologia e Meio Ambiente, além das de Educação e Cultura com Cidadania, Direitos Humanos e Assistência Social.

A novidade fica por conta da comissão de Finanças e Orçamento. Serra tem a pretensão de fazê-la responder também por Fiscalização de Contratos, Convênios, Parcerias, Ajustes e Consórcios. “Temos muitos problemas nesta área e hoje a Casa não faz este trabalho”, adverte.

Embora as comissões sejam as meninas dos olhos de muitos parlamentares por conta de um possível status que trariam aos integrantes, a proposta foi bem aceita neste primeiro momento pelo Legislativo.

“Acho válida a discussão. Na última eleição da Mesa, muitos pré-candidatos à presidência da Câmara defenderam essa tese. Acredito que, no geral, há consenso para a redução”, arrisca José de Araújo (PMDB), presidente da comissão de Justiça e Redação.

O presidente do Legislativo, José Montoro Filho, o Montorinho (PT), também é adepto à redução. “Algumas das comissões não funcionam a contento. Então, não há sentido mantê-las. A sugestão do Paulinho será avaliada e, se for dentro do que penso, votarei favoravelmente.”

O objetivo de Paulinho Serra é que a readequação de comissões seja válida já para este ano. “Respeito as comissões eleitas recentemente, mas se houver consenso não vejo problema na readequação ainda este ano.”


Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;