Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 15 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Polícia encontra sangue em carro


Isis Mastromano Correia
Do Diário do Grande ABC

12/09/2008 | 07:02


A Polícia Científica encontrou ontem diversos vestígios de sangue no carro em que o pai dos meninos assassinados em Ribeirão Pires dirigiu horas depois de os filhos terem sido mortos, há uma semana.

As marcas estavam no assoalho entre o banco dianteiro direito e o traseiro, no encosto do banco dianteiro do passageiro, no painel esquerdo, no quebra-sol esquerdo e no volante do carro que o vigilante João Alexandre Rodrigues, 39 anos, usou para ir trabalhar no dia 5 de setembro.

A disposição das marcas de sangue leva a polícia a crer que os sinais foram deixados por quem dirigiu o veículo. Os locais onde estavam os vestígios surpreenderam os peritos que apostavam encontrar sinais dentro do porta-malas.

Agora, o material está em análise em um laboratório da Capital para determinar se o sangue é mesmo dos meninos Igor Giovanni, 12 anos, e João Vitor, 13.

"O que achamos (sangue no carro) será importante para nortear a investigação", aponta o diretor do IC (Instituto de Criminalística) de Santo André, Nelson Gonçalves.

Uma das dúvidas é se o pai tentou transportar algum dos sacos com corpos no veículo antes da madrasta, Eliane Aparecida Antunes Rodrigues, dar fim a eles ou se havia mais do que os cinco pacotes que ela afirmou existir.

Ainda estão desaparecidas as vísceras dos meninos e um pedaço de um tronco. Encontrar os pulmões das crianças, por exemplo, daria subsídios para a polícia determinar a verdadeira causa da morte. Se os pulmões tiverem indícios de fumaça, significa que as crianças estavam vivas quando o fogo foi ateado, o que agravaria a pena dos autores. Até o fechamento desta edição, a Polícia Civil ainda não tinha recebido os laudos do IC.

Em 15 dias, o IML (Instituto Médico Legal) deve ter o resultado do exame no crânio dos garotos que apontará se houve traumatismo.

RECONSTITUIÇÃO
Hoje, a partir das 10h, a polícia fará a reconstituição do caso. Ficará interditada a Rua Cândido Mota e parte da Avenida Santo André, na Vila Aurora, e da praça onde foram encontrados restos mortais dos garotos. Até ontem à noite não havia confirmação da participação do pai e da madrasta.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;