Política

CPI da Emae programa vistoria in loco na Billings


A CPI da Emae (Empresa Metropolitana de Água e Energia), que investiga a gestão da autarquia estadual na Represa Billings, aprovou, em reunião ocorrida ontem na Câmara, a realização de vistorias em áreas de manancial próximas ao reservatório.

Para isso, os parlamentares interessados em vistoriar o local deverão preencher requerimento e entregá-lo por escrito para o presidente da CPI, o vereador Jorge Araújo (PHS). O parlamentar Toninho da Lanchonete (PT) já manifestou a intenção de fiscalizar in loco a situação do espaço nos próximos dias.

Os questionamentos da comissão já foram enviados para a Prefeitura e para a Emae e agora aguardam as respostas. Segundo Araújo, a Emae deverá responder até a semana que vem, já que foi indicado período de 15 dias para que a autarquia elaborasse as respostas.

“A Prefeitura, por regimento, tem até 30 dias para que possam responder nossos questionamentos. Está tudo dentro do prazo estipulado”, alegou. Como recebeu as perguntas dia 4 de setembro, a Emae tem até dia 19 para responder.

Aprovada no início de agosto, a CPI da Emae tem como objetivo apurar a ausência de projetos concretos da autarquia estadual para preservação da área de manancial. A estimativa da Câmara é a de que pelo menos 70 mil pessoas morem às margens da represa.

No mesmo dia foi aprovada a CPI do Estádio 1º de Maio, que investiga o contrato de exploração da praça esportiva pelos times de futebol EC São Bernardo e São Bernardo FC. A Prefeitura retomou o controle do estádio e alegou que os clubes deixaram dívidas pendentes – como contas em atraso. A apuração, entretanto, segue a passos lentos. Somente nesta semana foi aprovado um cronograma de trabalho dos vereadores.  

Comentários


Veja Também


CPI da Emae programa vistoria in loco na Billings

A CPI da Emae (Empresa Metropolitana de Água e Energia), que investiga a gestão da autarquia estadual na Represa Billings, aprovou, em reunião ocorrida ontem na Câmara, a realização de vistorias em áreas de manancial próximas ao reservatório.

Para isso, os parlamentares interessados em vi...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar