Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 6 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

dmais@dgabc.com.br | 4435-8396

Ana Gabriela faz show em Santo André

João Kopv/Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Da Redação

15/04/2018 | 07:00


Prestes a completar 22 anos e com repertório novo e autoral, Ana Gabriela Leme de Souza ganha os palcos com sua música. Ela ficou conhecida por meio dos vídeos postados on-line no YouTube (www.youtube.com/anagabriela) e hoje ‘roda’ pelo Brasil se apresentando. “Desde os 15 anos comecei a tocar, cantar. Mas a verdade é que, muito antes, a música faz parte de mim, porque minha família é muito musical”, explica. “Aos 9 anos, minha mãe me ensinou a tocar o básico no violão. Entre os 12 e 13, me aperfeiçoei e com 18 levei a música profissionalmente.”

No início, as postagens na internet ganharam força por ser forma de tentar perder a timidez. Os vídeos já chamaram a atenção do público logo de cara. “Hoje se tornou ótima ferramenta para quem acompanha meu trabalho, uma vez que abrange milhares de pessoas do mundo todo.”

Em seu canal é possível ver inúmeras releituras de sucessos, com escolhas bem ecléticas. Na voz e violão, Ana Gabriela interpreta canções de Anavitória, Chorão, Marília Mendonça, Kell Smith, Gaab e MC Hariel. “Adoro fazer minha versão de outros artistas. As inspirações vêm de cantores como Justin Bieber, Charlie Brow Jr. e Shiloh Dynasty. No entanto, desde os 17 anos comecei a compor. No início tinha medo, mas aos poucos fui me aperfeiçoando. Isso acontece de forma muito natural”, conta. “Primeiro faço as melodias e depois vem a parte escrita. Tenho muito prazer em fazer isso.”

A cantora dedica grande parte do cotidiano para abastecer sua página no YouTube, com os fins de semana separados para os shows em diversos cantos. “O palco é sempre uma forma mais calorosa. Mudar meu visual, cortar meu cabelo também me ajudaram a ser mais solta. Atualmente vivo da música há, mais ou menos, dois anos. Tenho um público e me sinto realizada”, explica.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ana Gabriela faz show em Santo André

Da Redação

15/04/2018 | 07:00


Prestes a completar 22 anos e com repertório novo e autoral, Ana Gabriela Leme de Souza ganha os palcos com sua música. Ela ficou conhecida por meio dos vídeos postados on-line no YouTube (www.youtube.com/anagabriela) e hoje ‘roda’ pelo Brasil se apresentando. “Desde os 15 anos comecei a tocar, cantar. Mas a verdade é que, muito antes, a música faz parte de mim, porque minha família é muito musical”, explica. “Aos 9 anos, minha mãe me ensinou a tocar o básico no violão. Entre os 12 e 13, me aperfeiçoei e com 18 levei a música profissionalmente.”

No início, as postagens na internet ganharam força por ser forma de tentar perder a timidez. Os vídeos já chamaram a atenção do público logo de cara. “Hoje se tornou ótima ferramenta para quem acompanha meu trabalho, uma vez que abrange milhares de pessoas do mundo todo.”

Em seu canal é possível ver inúmeras releituras de sucessos, com escolhas bem ecléticas. Na voz e violão, Ana Gabriela interpreta canções de Anavitória, Chorão, Marília Mendonça, Kell Smith, Gaab e MC Hariel. “Adoro fazer minha versão de outros artistas. As inspirações vêm de cantores como Justin Bieber, Charlie Brow Jr. e Shiloh Dynasty. No entanto, desde os 17 anos comecei a compor. No início tinha medo, mas aos poucos fui me aperfeiçoando. Isso acontece de forma muito natural”, conta. “Primeiro faço as melodias e depois vem a parte escrita. Tenho muito prazer em fazer isso.”

A cantora dedica grande parte do cotidiano para abastecer sua página no YouTube, com os fins de semana separados para os shows em diversos cantos. “O palco é sempre uma forma mais calorosa. Mudar meu visual, cortar meu cabelo também me ajudaram a ser mais solta. Atualmente vivo da música há, mais ou menos, dois anos. Tenho um público e me sinto realizada”, explica.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;