Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 11 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Vágner Mancini pensa em deixar Neymar na reserva no clássico



20/03/2009 | 07:00


A grande atuação de Neymar no segundo tempo do jogo em que o Santos goleou o Rio Branco (AC), quarta-feira, pela Copa do Brasil, não foi o bastante para convencer o técnico Vágner Mancini a mantê-lo no time titular para o clássico contra o Corinthians, domingo, no Pacaembu, pelo Campeonato Paulista.

Na véspera da partida contra o Rio Branco, Mancini já tinha adiantado que a equipe para enfrentar o Corinthians seria diferente da que começou o jogo de quarta-feira. Assim como Neymar, que daria lugar para Roni no ataque, outros jogadores que podem voltar para a reserva são os volantes Pará e Germano, embora tenham jogado bem nas duas últimas partidas - Roberto Brum e Rodrigo Souto são os titulares das posições.

"No Santos não tem nenhum jogador com o lugar garantido. Neymar é um belo jogador, diferenciado, mas temos 25 atletas disputando vagas", desconversou o técnico, ao comentar sobre a escalação santista para o clássico.

Ainda fazendo mistério, Vágner Mancini também lembrou que Roni vinha sendo o centroavante titular até o jogo de quarta-feira (Kléber Pereira estava machucado) e que só saiu do time para tratar uma inflamação na coxa esquerda.

O treinador não esconde a empolgação pelo futebol que Neymar mostrou nas vitórias por 3 a 0 sobre o Mogi Mirim e por 4 a 0 diante do Rio Branco. Mas dá a entender que o provável aproveitamento do garoto apenas no segundo tempo do clássico de domingo é uma estratégia. As chances dele voltar a brilhar são maiores contra um adversário desgastado.

"Ele vem sendo ponto de desequilíbrio, mas tem 17 anos, e ainda vai errar. Mas como é um jogador que diariamente mostra alguma coisa diferente é certeza que ele vai jogar domingo. Só não sei se vai começar ou entrar no segundo tempo", disse Mancini.                      



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Vágner Mancini pensa em deixar Neymar na reserva no clássico


20/03/2009 | 07:00


A grande atuação de Neymar no segundo tempo do jogo em que o Santos goleou o Rio Branco (AC), quarta-feira, pela Copa do Brasil, não foi o bastante para convencer o técnico Vágner Mancini a mantê-lo no time titular para o clássico contra o Corinthians, domingo, no Pacaembu, pelo Campeonato Paulista.

Na véspera da partida contra o Rio Branco, Mancini já tinha adiantado que a equipe para enfrentar o Corinthians seria diferente da que começou o jogo de quarta-feira. Assim como Neymar, que daria lugar para Roni no ataque, outros jogadores que podem voltar para a reserva são os volantes Pará e Germano, embora tenham jogado bem nas duas últimas partidas - Roberto Brum e Rodrigo Souto são os titulares das posições.

"No Santos não tem nenhum jogador com o lugar garantido. Neymar é um belo jogador, diferenciado, mas temos 25 atletas disputando vagas", desconversou o técnico, ao comentar sobre a escalação santista para o clássico.

Ainda fazendo mistério, Vágner Mancini também lembrou que Roni vinha sendo o centroavante titular até o jogo de quarta-feira (Kléber Pereira estava machucado) e que só saiu do time para tratar uma inflamação na coxa esquerda.

O treinador não esconde a empolgação pelo futebol que Neymar mostrou nas vitórias por 3 a 0 sobre o Mogi Mirim e por 4 a 0 diante do Rio Branco. Mas dá a entender que o provável aproveitamento do garoto apenas no segundo tempo do clássico de domingo é uma estratégia. As chances dele voltar a brilhar são maiores contra um adversário desgastado.

"Ele vem sendo ponto de desequilíbrio, mas tem 17 anos, e ainda vai errar. Mas como é um jogador que diariamente mostra alguma coisa diferente é certeza que ele vai jogar domingo. Só não sei se vai começar ou entrar no segundo tempo", disse Mancini.                      

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;