Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Eletricista é morto em Santo André


Delmar Marques
Da Redaçao

25/07/1999 | 20:45


"Nao vao levar", foram as últimas palavras do eletricista Enéias Castor Dias, 34 anos, ontem, ao ser abordado por dois homens que pretendiam roubar seu carro Monza, placa BUM-8371. Eram 17h30 quando levou um tiro fatal no abdômem, na altura do número 186 da rua Castelo Novo, na Vila Matarazzo, em Santo André. Ainda foi levado para o Hospital Bartira, mas nada mais pôde ser feito para reverter o quadro clínico de morte instantânea.

Márcia Weber, 34 anos, analista de faturamento que reside na casa em frente ao local do crime, disse que foi tudo muito rápido. Ela nem percebeu que Enéias havia sido abordado quando entrava no carro para retornar para casa. Ouviu sua voz recusando entregar o veículo, o tiro e dois homens fugindo. Ela nao consegue sequer descrevê-los com precisao, alegando que sua primeira preocupaçao foi socorrer a vítima.

Enéias morava em Mauá, no Jardim Rosina, e utilizava o veículo, ano 90, para trabalhar.

Policiais do 2º Distrito Policial de Santo André que acompanharam a ocorrência, registrada no B.O. 7.223, informaram que dois homens com as mesmas características roubaram outro veículo, momentos depois, nas proximidades de onde ocorreu o assassinato de Enéias.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Eletricista é morto em Santo André

Delmar Marques
Da Redaçao

25/07/1999 | 20:45


"Nao vao levar", foram as últimas palavras do eletricista Enéias Castor Dias, 34 anos, ontem, ao ser abordado por dois homens que pretendiam roubar seu carro Monza, placa BUM-8371. Eram 17h30 quando levou um tiro fatal no abdômem, na altura do número 186 da rua Castelo Novo, na Vila Matarazzo, em Santo André. Ainda foi levado para o Hospital Bartira, mas nada mais pôde ser feito para reverter o quadro clínico de morte instantânea.

Márcia Weber, 34 anos, analista de faturamento que reside na casa em frente ao local do crime, disse que foi tudo muito rápido. Ela nem percebeu que Enéias havia sido abordado quando entrava no carro para retornar para casa. Ouviu sua voz recusando entregar o veículo, o tiro e dois homens fugindo. Ela nao consegue sequer descrevê-los com precisao, alegando que sua primeira preocupaçao foi socorrer a vítima.

Enéias morava em Mauá, no Jardim Rosina, e utilizava o veículo, ano 90, para trabalhar.

Policiais do 2º Distrito Policial de Santo André que acompanharam a ocorrência, registrada no B.O. 7.223, informaram que dois homens com as mesmas características roubaram outro veículo, momentos depois, nas proximidades de onde ocorreu o assassinato de Enéias.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;