Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 1 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Rússia reforça controles contra radioatividade em aviões


Da AFP

30/11/2006 | 11:14


O ministério russo dos Transportes anunciou que reforçará os controles nos aviões de companhias estrangeiras depois da detecção de rastros de substâncias radioativas em duas aeronaves da British Airways.

Os aeroportos internacionais receberam uma determinação sobre a necessidade de reforçar o controle sobre os aviões das companhias estrangeiras. Estes controles dizem respeito ao transporte de líquidos e cremes, assim como à segurança radiológica nas cabines dos pilotos e na área dos passageiros.

A companhia aérea britânica British Airways anunciou na quarta-feira que pequenos rastros de substâncias radioativas haviam sido detectados a bordo de dois Boeing 767 da empresa.

Um aparelho da companhia está retido no aeroporto de Moscou como parte da investigação da morte do ex-espião russo Alexandre Litvinenko, provavelmente envenenado com polônio 210, uma substância altamente radioativa.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Rússia reforça controles contra radioatividade em aviões

Da AFP

30/11/2006 | 11:14


O ministério russo dos Transportes anunciou que reforçará os controles nos aviões de companhias estrangeiras depois da detecção de rastros de substâncias radioativas em duas aeronaves da British Airways.

Os aeroportos internacionais receberam uma determinação sobre a necessidade de reforçar o controle sobre os aviões das companhias estrangeiras. Estes controles dizem respeito ao transporte de líquidos e cremes, assim como à segurança radiológica nas cabines dos pilotos e na área dos passageiros.

A companhia aérea britânica British Airways anunciou na quarta-feira que pequenos rastros de substâncias radioativas haviam sido detectados a bordo de dois Boeing 767 da empresa.

Um aparelho da companhia está retido no aeroporto de Moscou como parte da investigação da morte do ex-espião russo Alexandre Litvinenko, provavelmente envenenado com polônio 210, uma substância altamente radioativa.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;