Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 26 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Previdência volta a insistir na idade mínima


Do Diário do Grande ABC

24/07/1999 | 19:34


Sete meses depois da promulgaçao da reforma da Previdência, o presidente Fernando Henrique Cardoso vai tentar restabelecer a exigência de idade mínima para os trabalhadores da iniciativa privada requisitarem sua aposentadoria pelo INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social). A exigência de idade mínima estava prevista na reforma, mas foi derrubada na Câmara no ano passado. A nova emenda, que será enviada esta semana ao Congresso, prevê idade mínima de 60 anos para homens e 55 para mulheres.

Junto com a exigência de idade mínima, o presidente Fernando Henrique envia ao Congresso dois projetos de lei que regulamentam a reforma da Previdência. Um deles traz mudanças significativas para os trabalhadores da iniciativa privada que vivem nas cidades: uma nova metodologia para calcular o valor da aposentadoria. Pelo projeto, o valor do benefício dos segurados do INSS passará a ser feito com base na média das contribuiçoes realizadas a partir de julho de 1994, data de lançamento do Plano Real. Hoje, o valor da aposentadoria é calculado com base na média das últimas 36 contribuiçoes feitas para o INSS.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Previdência volta a insistir na idade mínima

Do Diário do Grande ABC

24/07/1999 | 19:34


Sete meses depois da promulgaçao da reforma da Previdência, o presidente Fernando Henrique Cardoso vai tentar restabelecer a exigência de idade mínima para os trabalhadores da iniciativa privada requisitarem sua aposentadoria pelo INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social). A exigência de idade mínima estava prevista na reforma, mas foi derrubada na Câmara no ano passado. A nova emenda, que será enviada esta semana ao Congresso, prevê idade mínima de 60 anos para homens e 55 para mulheres.

Junto com a exigência de idade mínima, o presidente Fernando Henrique envia ao Congresso dois projetos de lei que regulamentam a reforma da Previdência. Um deles traz mudanças significativas para os trabalhadores da iniciativa privada que vivem nas cidades: uma nova metodologia para calcular o valor da aposentadoria. Pelo projeto, o valor do benefício dos segurados do INSS passará a ser feito com base na média das contribuiçoes realizadas a partir de julho de 1994, data de lançamento do Plano Real. Hoje, o valor da aposentadoria é calculado com base na média das últimas 36 contribuiçoes feitas para o INSS.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;