Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 1 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Turismo

turismo@dgabc.com.br | 4435-8367

Disposição em Las Leñas

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Heloísa Cestari
Do Diário do Grande ABC

24/07/2008 | 07:09


Com o maior desnível esquiável da Argentina (mais de 1.100 metros) e 70 quilômetros de pistas servidas por 13 meios de elevação - entre elas a mais longa do mundo para nível intermediário -, a estação de Las Leñas, na província de Mendoza, é reconhecida internacionalmente como uma das melhores para a prática de esportes de inverno no Hemisfério Sul.

A facilidade de acesso às cerca de 40 pistas faz o dia render mais do que em outros centros. E o turista ainda tem a possibilidade de praticar snowboard, andar em motos de neve ou tomar um ônibus (o chamado ski-bus) para deslizar ao seu bel-prazer em circuitos fora de pista.

Outra vantagem é a altitude. Como a base de Las Leñas fica a 2.240 metros do nível do mar - pouco em comparação com outras regiões andinas, que ultrapassam facilmente os 3.000 metros -, poucas pessoas chegam a ter náuseas, dores de cabeça ou falta de ar.

O resultado é mais disposição não só para os esportes como para curtir a badalação das danceterias, bares e restaurantes noite adentro. Ou arriscar alguns trocados nos concorridos cassinos dos hotéis Piscis e Virgo.

Para os menos afeitos a estender a noite na balada, há ainda a opção de saborear especialidades internacionais regadas aos famosos vinhos de Mendoza nos restaurantes Las Cuatro Estaciones e o Il Legno - dois dos mais procurados estabelecimentos da região - ou praticar esqui noturno nas pistas iluminadas duas vezes por semana.

Mas seja qual for o programa, atenção: jamais esqueça o casaco em casa. Apesar da altitude amena comparada a outras estações, a temperatura em Las Leñas costuma beirar os 3ºC negativos à noite. Haja chocolate quente!



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Disposição em Las Leñas

Heloísa Cestari
Do Diário do Grande ABC

24/07/2008 | 07:09


Com o maior desnível esquiável da Argentina (mais de 1.100 metros) e 70 quilômetros de pistas servidas por 13 meios de elevação - entre elas a mais longa do mundo para nível intermediário -, a estação de Las Leñas, na província de Mendoza, é reconhecida internacionalmente como uma das melhores para a prática de esportes de inverno no Hemisfério Sul.

A facilidade de acesso às cerca de 40 pistas faz o dia render mais do que em outros centros. E o turista ainda tem a possibilidade de praticar snowboard, andar em motos de neve ou tomar um ônibus (o chamado ski-bus) para deslizar ao seu bel-prazer em circuitos fora de pista.

Outra vantagem é a altitude. Como a base de Las Leñas fica a 2.240 metros do nível do mar - pouco em comparação com outras regiões andinas, que ultrapassam facilmente os 3.000 metros -, poucas pessoas chegam a ter náuseas, dores de cabeça ou falta de ar.

O resultado é mais disposição não só para os esportes como para curtir a badalação das danceterias, bares e restaurantes noite adentro. Ou arriscar alguns trocados nos concorridos cassinos dos hotéis Piscis e Virgo.

Para os menos afeitos a estender a noite na balada, há ainda a opção de saborear especialidades internacionais regadas aos famosos vinhos de Mendoza nos restaurantes Las Cuatro Estaciones e o Il Legno - dois dos mais procurados estabelecimentos da região - ou praticar esqui noturno nas pistas iluminadas duas vezes por semana.

Mas seja qual for o programa, atenção: jamais esqueça o casaco em casa. Apesar da altitude amena comparada a outras estações, a temperatura em Las Leñas costuma beirar os 3ºC negativos à noite. Haja chocolate quente!

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;