Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 29 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Sonhos de menino na telona


Cássio Gomes Neves
Do Diário do Grande ABC

22/07/2005 | 08:28


Com o cinema de Robert Rodriguez é assim: ou entra no espírito ou nem sai de casa. O diretor de Um Drink no Inferno e Era Uma Vez no México lança nesta sexta-feira no circuito nacional As Aventuras de Sharkboy e Lavagirl em 3D, filme inspirado nos sonhos e nas idéias de Racer Rodriguez, seu filho de 7 anos. Nos créditos iniciais, o filme aparece como obra da família.

Entrar no espírito não se trata exatamente de uma questão de afinidade para com a obra do cineasta, que despontou para a indústria com o legendário El Mariachi (1992) e semana que vem lança outro filme no Brasil, o aguardado Sin City. É mais uma questão de compreender seu cinema como um processador das vulgaridades e banalidades da cultura pop e dos filmes B com uma presente autocrítica - ou senso do ridículo, em outras palavras.

Sharkboy e Lavagirl esquadrinha essa mesma obsessão, com um dado novo e que não deve ser ignorado: a influência do filho de Rodriguez e o respeito do pai à perspectiva infantil. Max (Cayden Boyd) é um garoto ridicularizado na escola por acreditar na existência de um tal planeta Baba, protegido pela dupla de heróis Sharkboy (Taylor Lautner) e Lavagirl (Taylor Dooley). São um par de defensores em tese incompatíveis, como a água e o fogo que singulariza seus poderes e como os pais de Max, rumo ao divórcio.

A própria opção pelo filme em 3D - como o diretor fizera em Pequenos Espiões 3 e que demanda o uso de óculos apropriados - aponta para a vontade maníaca do pop em se reinventar, mas sem sair do lugar. Sharkboy e Lavagirl é um novo filme-mural na carreira de Rodriguez, com suas rotineiras boas sacadas.

As Aventuras de Sharkboy e Lavagirl em 3D (The Adventures of Sharkboy and Lavagirl in 3D, EUA, 2005). Dir.: Robert Rodriguez. Com Taylor Lautner, Taylor Dooley. Estréia nesta sexta-feira no ABC Plaza 10, Extra Anchieta 3, Mauá Plaza 5, Central Plaza 9 e circuito.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Sonhos de menino na telona

Cássio Gomes Neves
Do Diário do Grande ABC

22/07/2005 | 08:28


Com o cinema de Robert Rodriguez é assim: ou entra no espírito ou nem sai de casa. O diretor de Um Drink no Inferno e Era Uma Vez no México lança nesta sexta-feira no circuito nacional As Aventuras de Sharkboy e Lavagirl em 3D, filme inspirado nos sonhos e nas idéias de Racer Rodriguez, seu filho de 7 anos. Nos créditos iniciais, o filme aparece como obra da família.

Entrar no espírito não se trata exatamente de uma questão de afinidade para com a obra do cineasta, que despontou para a indústria com o legendário El Mariachi (1992) e semana que vem lança outro filme no Brasil, o aguardado Sin City. É mais uma questão de compreender seu cinema como um processador das vulgaridades e banalidades da cultura pop e dos filmes B com uma presente autocrítica - ou senso do ridículo, em outras palavras.

Sharkboy e Lavagirl esquadrinha essa mesma obsessão, com um dado novo e que não deve ser ignorado: a influência do filho de Rodriguez e o respeito do pai à perspectiva infantil. Max (Cayden Boyd) é um garoto ridicularizado na escola por acreditar na existência de um tal planeta Baba, protegido pela dupla de heróis Sharkboy (Taylor Lautner) e Lavagirl (Taylor Dooley). São um par de defensores em tese incompatíveis, como a água e o fogo que singulariza seus poderes e como os pais de Max, rumo ao divórcio.

A própria opção pelo filme em 3D - como o diretor fizera em Pequenos Espiões 3 e que demanda o uso de óculos apropriados - aponta para a vontade maníaca do pop em se reinventar, mas sem sair do lugar. Sharkboy e Lavagirl é um novo filme-mural na carreira de Rodriguez, com suas rotineiras boas sacadas.

As Aventuras de Sharkboy e Lavagirl em 3D (The Adventures of Sharkboy and Lavagirl in 3D, EUA, 2005). Dir.: Robert Rodriguez. Com Taylor Lautner, Taylor Dooley. Estréia nesta sexta-feira no ABC Plaza 10, Extra Anchieta 3, Mauá Plaza 5, Central Plaza 9 e circuito.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;