Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Rodrigo Pessoa busca tricampeonato mundial


Do Diário do Grande ABC

15/04/2000 | 13:47


Rodrigo Pessoa viaja domingo para Las Vegas onde, a partir de quarta-feira, disputará a Copa do Mundo de Saltos e tentará conquistar o tricampeonato.

Aos 27 anos, o cavaleiro acredita que tem tudo para alcançar o título. A confiança está no "parceiro", o cavalo Gandini Baloubet du Rouet, que forma com Rodrigo o conjunto para a competiçao. "Ele está com a forma física excelente, a mesma da final da última Copa do Mundo", diz Rodrigo Pessoa, por telefone da Bélgica.

Ocupando o primeiro lugar no ranking mundial e com um currículo de títulos que incluem as duas Copas do Mundo - Helsinque-98 e Gotemburgo-99, o campeonato mundial, em Roma 98, e a medalha de bronze por equipes na Olimpíada de Atlanta-96, Rodrigo nao esconde que está apostando todas as fichas no próprio cavalo.

"Este ano ele está sendo apontado como o grande favorito. Todos dizem que ele é superior aos outros. Se, nos dois últimos anos, o nosso conjunto nao era o favorito e vencemos, eu só posso estar mais do que confiante."

Mesmo assim, Rodrigo diz que tem fortes adversários na competiçao. "O Markus Fuchs, da Suíça, e o Ludger Berbaum (2º no ranking), da Alemanha devem dar trabalho. Eles estao em uma ótima fase também."

Rodrigo Pessoa, que vive na Bélgica desde os 12 anos e monta desde os cinco, treina cerca de seis horas diárias, em um haras particular, em Fleurus, a trinta quilômetros de Bruxelas, onde mora.

O haras, que ficou pronto em dezembro - antes Rodrigo treinava em um haras alugado pela família - ocupa uma área de sete hectares que inclui oito cocheiras, picadeiro coberto, duas pistas abertas, de areia e grama, piquete para os cavalos, escritório e apartamentos. Um estrutura que servirá para a equipe brasileira olímpica durante os treinamentos para Sydney. "É importante ter um lugar privado para treinar", conta Rodrigo, que nao revela o valor do investimento. "É uma infra-estrutura muito cara. Com certeza é mais caro do que jogar futebol", brinca.

Dos 14 cavalos treinados por Rodrigo, três sao montados em competiçoes: Gandini Baloubet du Rouet, Gandini Lianos, o segundo cavalo das principais competiçoes, e Gandini Bianca, égua que está sendo usada em provas que exigem mais velocidade.

Baloubet, que formará o conjunto com Rodrigo Pessoa em Las Vegas, tem 10 anos e é apontado como um dos melhores animais da atualidade. "O Rodrigo tem muita sorte. O Baloubet vem conquistando bons resultados desde os oito anos. E está no auge, é resistente, sólido. Com certeza o Rodrigo vai conquistar um bom resultado na Copa do Mundo. O Baloubet vai, com certeza, ser um vencedor até os 16 anos ou mais", aposta o cavaleiro Vítor Alves Teixeira, que deve integrar a equipe brasileira olímpica.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Rodrigo Pessoa busca tricampeonato mundial

Do Diário do Grande ABC

15/04/2000 | 13:47


Rodrigo Pessoa viaja domingo para Las Vegas onde, a partir de quarta-feira, disputará a Copa do Mundo de Saltos e tentará conquistar o tricampeonato.

Aos 27 anos, o cavaleiro acredita que tem tudo para alcançar o título. A confiança está no "parceiro", o cavalo Gandini Baloubet du Rouet, que forma com Rodrigo o conjunto para a competiçao. "Ele está com a forma física excelente, a mesma da final da última Copa do Mundo", diz Rodrigo Pessoa, por telefone da Bélgica.

Ocupando o primeiro lugar no ranking mundial e com um currículo de títulos que incluem as duas Copas do Mundo - Helsinque-98 e Gotemburgo-99, o campeonato mundial, em Roma 98, e a medalha de bronze por equipes na Olimpíada de Atlanta-96, Rodrigo nao esconde que está apostando todas as fichas no próprio cavalo.

"Este ano ele está sendo apontado como o grande favorito. Todos dizem que ele é superior aos outros. Se, nos dois últimos anos, o nosso conjunto nao era o favorito e vencemos, eu só posso estar mais do que confiante."

Mesmo assim, Rodrigo diz que tem fortes adversários na competiçao. "O Markus Fuchs, da Suíça, e o Ludger Berbaum (2º no ranking), da Alemanha devem dar trabalho. Eles estao em uma ótima fase também."

Rodrigo Pessoa, que vive na Bélgica desde os 12 anos e monta desde os cinco, treina cerca de seis horas diárias, em um haras particular, em Fleurus, a trinta quilômetros de Bruxelas, onde mora.

O haras, que ficou pronto em dezembro - antes Rodrigo treinava em um haras alugado pela família - ocupa uma área de sete hectares que inclui oito cocheiras, picadeiro coberto, duas pistas abertas, de areia e grama, piquete para os cavalos, escritório e apartamentos. Um estrutura que servirá para a equipe brasileira olímpica durante os treinamentos para Sydney. "É importante ter um lugar privado para treinar", conta Rodrigo, que nao revela o valor do investimento. "É uma infra-estrutura muito cara. Com certeza é mais caro do que jogar futebol", brinca.

Dos 14 cavalos treinados por Rodrigo, três sao montados em competiçoes: Gandini Baloubet du Rouet, Gandini Lianos, o segundo cavalo das principais competiçoes, e Gandini Bianca, égua que está sendo usada em provas que exigem mais velocidade.

Baloubet, que formará o conjunto com Rodrigo Pessoa em Las Vegas, tem 10 anos e é apontado como um dos melhores animais da atualidade. "O Rodrigo tem muita sorte. O Baloubet vem conquistando bons resultados desde os oito anos. E está no auge, é resistente, sólido. Com certeza o Rodrigo vai conquistar um bom resultado na Copa do Mundo. O Baloubet vai, com certeza, ser um vencedor até os 16 anos ou mais", aposta o cavaleiro Vítor Alves Teixeira, que deve integrar a equipe brasileira olímpica.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;