Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 6 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Santo André tem festival de esportes radicais


Eduardo Merli
Do Diário do Grande ABC

21/04/2001 | 01:13


  O estacionamento do estádio Bruno Daniel e o Parque Regional da Criança recebe, a partir das 10h de amanhã, o 1º Festival de Esportes Radicais de Santo André. Várias modalidades, como bungee jump, skate, tiroleza, escalada e comando crow estarão à disposição do público, todas gratuitas e sob orientação de instrutores especializados.

“Na realização de alguns eventos menores de esportes radicais, percebemos a necessidade e também pedidos para a realização de um festival esportivo maior voltado ao público jovem”, disse o assistente do departamento de esportes e lazer da Prefeitura, Paulo dos Santos, que estima um público de cinco mil pessoas nos dois locais amanhã.

Segundo a Prefeitura, organizadora do evento, o Festival terá dois lugares justamente para abrigar os públicos das “modalidades extremas”. O Brunão atenderá aos adolescentes e com isso contará com equipamentos maiores e mais radicais. O primeiro deles é uma pista de skate (halfpipe e street), montada por Fabinho Break, responsável pela montagem das rampas da Tentbeach. Outro será um guindaste de cerca de 40m para o bungee jump, que será montado pela Drop Jump, uma empresa brasileira que traz o know how da californiana ADA (Adrenalin Dream Adventure), um dos mais respeitados licenciadores para o bungee jump no mundo.

O Brunão também terá uma parede de oito metros de altura para escalada (rapel). O paredão servirá à prática da tiroleza (uma técnica de alpinismo, na qual o participante desce da escalada por meio gancho preso a um cabo de aço) e do comando crow (outra técnica de alpinismo, na qual se desliza por um cabo de aço sobre um rio ou lago).

No Parque Regional, o Festival será voltado para as crianças de cinco a 15 anos e contará com a parede de escalada, tiroleza, rapel e teia-de-aranha. Cerca de 400 crianças são esperadas no local. “Cada vez mais as crianças se interessam pelos esportes radicais pelo fato de ser inusitado”, disse a coordenadora de atividade esportiva da Prefeitura, Analia Correa. “Tivemos a metade de crianças em um evento semelhante no início do mês. Agora a expectativa é ainda maior”.

Apesar dos 40m que separam a área de salto à base do guindaste, distância que o praticante irá se jogar preso apenas por um elástico, o bungee jump que será montado no estádio Bruno Daniel amanhã terá a estrutura de uma das melhores empresas do Brasil, a Drop Jump, que possui o certificado da norte-americana ADA (Adrenalin Dreams Adventure), única empresa do mundo na habilitação para montagem do equipamento.

Segundo o dono da empresa, Cleyton Russo, os melhores materiais estarão à disposição para o salto. “A pessoa estará com os dois pés presos por mosquetões de aço, além da cintura”, disse Russo, que garantiu seis instrutores e três homens de apoio para a segurança do salto, além da qualidade do elástico utilizado para a falsa descida suicida. “O elástico suporta até 4 mil kg. No momento de maior pressão, quando chega a metade do salto, a força exercida é de quatro vezes o peso da pessoa. Não tem como arrebentar”.

O bungee jump veio para o Brasil em 1996 dos Estados Unidos e Europa, onde utilizavam pontes para vários pulos de encontro a rios. Em Santo André, 200 saltos foram comprados pela Prefeitura para o público, que irá poder desfrutar da adrenalina até as 18h.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Santo André tem festival de esportes radicais

Eduardo Merli
Do Diário do Grande ABC

21/04/2001 | 01:13


  O estacionamento do estádio Bruno Daniel e o Parque Regional da Criança recebe, a partir das 10h de amanhã, o 1º Festival de Esportes Radicais de Santo André. Várias modalidades, como bungee jump, skate, tiroleza, escalada e comando crow estarão à disposição do público, todas gratuitas e sob orientação de instrutores especializados.

“Na realização de alguns eventos menores de esportes radicais, percebemos a necessidade e também pedidos para a realização de um festival esportivo maior voltado ao público jovem”, disse o assistente do departamento de esportes e lazer da Prefeitura, Paulo dos Santos, que estima um público de cinco mil pessoas nos dois locais amanhã.

Segundo a Prefeitura, organizadora do evento, o Festival terá dois lugares justamente para abrigar os públicos das “modalidades extremas”. O Brunão atenderá aos adolescentes e com isso contará com equipamentos maiores e mais radicais. O primeiro deles é uma pista de skate (halfpipe e street), montada por Fabinho Break, responsável pela montagem das rampas da Tentbeach. Outro será um guindaste de cerca de 40m para o bungee jump, que será montado pela Drop Jump, uma empresa brasileira que traz o know how da californiana ADA (Adrenalin Dream Adventure), um dos mais respeitados licenciadores para o bungee jump no mundo.

O Brunão também terá uma parede de oito metros de altura para escalada (rapel). O paredão servirá à prática da tiroleza (uma técnica de alpinismo, na qual o participante desce da escalada por meio gancho preso a um cabo de aço) e do comando crow (outra técnica de alpinismo, na qual se desliza por um cabo de aço sobre um rio ou lago).

No Parque Regional, o Festival será voltado para as crianças de cinco a 15 anos e contará com a parede de escalada, tiroleza, rapel e teia-de-aranha. Cerca de 400 crianças são esperadas no local. “Cada vez mais as crianças se interessam pelos esportes radicais pelo fato de ser inusitado”, disse a coordenadora de atividade esportiva da Prefeitura, Analia Correa. “Tivemos a metade de crianças em um evento semelhante no início do mês. Agora a expectativa é ainda maior”.

Apesar dos 40m que separam a área de salto à base do guindaste, distância que o praticante irá se jogar preso apenas por um elástico, o bungee jump que será montado no estádio Bruno Daniel amanhã terá a estrutura de uma das melhores empresas do Brasil, a Drop Jump, que possui o certificado da norte-americana ADA (Adrenalin Dreams Adventure), única empresa do mundo na habilitação para montagem do equipamento.

Segundo o dono da empresa, Cleyton Russo, os melhores materiais estarão à disposição para o salto. “A pessoa estará com os dois pés presos por mosquetões de aço, além da cintura”, disse Russo, que garantiu seis instrutores e três homens de apoio para a segurança do salto, além da qualidade do elástico utilizado para a falsa descida suicida. “O elástico suporta até 4 mil kg. No momento de maior pressão, quando chega a metade do salto, a força exercida é de quatro vezes o peso da pessoa. Não tem como arrebentar”.

O bungee jump veio para o Brasil em 1996 dos Estados Unidos e Europa, onde utilizavam pontes para vários pulos de encontro a rios. Em Santo André, 200 saltos foram comprados pela Prefeitura para o público, que irá poder desfrutar da adrenalina até as 18h.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;