Fechar
Publicidade

Domingo, 13 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Márcio da Farmácia retorna à Câmara semana que vem

Com a saída do verde do governo, Zé do Bloco pode ter participado de sua última sessão


Rogério Santos
Do Diário do Grande ABC

28/03/2014 | 07:00


Pré-candidato a assento na Câmara Federal, Márcio da Farmácia (PV) retornará ao Legislativo diademense na semana que vem. Para disputar o pleito, ele terá de se desligar do cargo de secretário de Obras, retomando as atividades na Casa.

O verde se reuniu ontem com o prefeito, Lauro Michels (PV), e a cúpula do governo e deve oficializar hoje a desincompatibilização da gestão verde. Com isso, o segundo suplente do PV na Casa, José Hudsomar Rodrigues Jardim, o Zé do Bloco, pode ter vivenciado o último dia como parlamentar.

Visivelmente abatido, o verde evitou comentar o assunto. “Ainda não posso dizer nada sobre isso. Sei que existe essa possibilidade de deixar a Câmara. Se acontecer, vou aceitar e trabalhar pelo governo e o partido”, considerou Zé do Bloco.

Longe da vereança, ele será convidado a ocupar cargo no governo Lauro, mas ainda não está definido em qual setor. O substituto de Márcio na Pasta de Obras será o diretor-presidente da Saned (Companhia de Saneamento de Diadema), Elbio Camillo Júnior. Após a assinatura do convênio entre Diadema e a Sabesp (Companhia de Saneamento do Estado de São Paulo), a estatal assumirá o serviço de água e esgoto no município e a autarquia municipal será extinta.

Márcio foi o parlamentar mais votado da cidade em 2008, com 6.319 votos pelo PSDB, mesma sigla de Lauro na época. Expulsos, migraram para o PV em 2011.

Desde o ano passado, Márcio manifestava o desejo de se candidatar a deputado federal, assim como o titular da Educação, Marcos Michels (PV), mas eram barrados pelo chefe do Executivo.

A situação mudou após reunião da direção do PV no dia 12, quando Lauro foi convencido a aceitar a candidatura do correligionário.

Desse modo, o ex-assessor especial e ex-prefeito de Rio Grande da Serra Adler Kiko Teixeira (PSC) deixará de ser o único postulante do governo à Câmara Federal.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;