Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 24 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Criminosos morrem
após tiroteio com guardas

Bando roubava turistas que faziam trilhas em Paranapiacaba;
após abordagem, suspeitos abriram fogo contra guardas civis


Rafael Ribeiro
Do Diário do Grande ABC

06/08/2012 | 07:00


Dois criminosos de Rio Grande da Serra que roubavam turistas que faziam trilhas em Paranapiacaba foram mortos após confronto armado com oficiais da GCM (Guarda Civil Municipal) de Santo André na tarde de ontem. Outro integrante do bando conseguiu fugir durante o tiroteio.

Um menor, de 17 anos, e um comparsa, com cerca de 50, branco, grisalho e que não foi identificado até o fechamento desta edição, foram baleados no peito. Os corpos foram levados ao IML (Instituto Médico Legal) de Santo André.

Por volta das 12h30, a viatura da GCM fazia ronda na estrada que dá acesso à vila histórica quando os guardas perceberam um grupo de turistas sendo perseguido pelo trio. Após a abordagem os suspeitos abriram fogo.

Um guarda foi atingido no peito, mas o colete à prova de balas absorveu o projétil da pistola calibre 635. Outro GCM chegou a ser alvejado de raspão no braço por uma espingarda de chumbo. O bando também carregava um facão e uma outra espingarda com munição de calibre 28.

O trio foi reconhecido como autor de outros assaltos ocorridos durante a manhã contra praticantes de trilha no local.

Em um deles, por volta das 9h, três jovens de Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo, foram abordados pelos criminosos. "Meus amigos já estavam um pouco à frente quando eu os vi deitados no chão", disse uma das vítimas, um garçom de 24 anos. "Ele me mandou não virar nem reagir, porque senão iria ficar feio."

O grupo perdeu carteira, celular e uma mochila. O rapaz, que frequenta Paranapiacaba há cerca de dez anos, conta que nunca havia sido roubado na vila. "A gente só escutava falar, mas para mim não era perigoso."

O caso será investigado pelo DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa) da Capital, onde o caso foi registrado. Não há informações sobre o paradeiro do terceiro homem, que fugiu entre a mata, mesmo ferido no braço esquerdo, onde foi atingido pelos GCMs.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;