Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 27 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Do que é feita a nuvem?


Bruna Gonçalves
Do Diário do Grande ABC

12/05/2013 | 07:00


A nuvem é formada por milhões de minúsculas gotinhas de água agrupadas na forma líquida ou de cristais de gelo. Isso ocorre porque a atmosfera é composta por vários gases (como nitrogênio e oxigênio), além de vapor de água que vem da evaporação dos mares, rios, lagos e florestas.

Para a nuvem se formar, é preciso que o vapor se transforme nas gotinhas ou nos pequenos cristais de gelo. Esse processo ocorre quando ele (que está em temperatura mais alta) sobe até o alto da atmosfera e encontra o ar bem frio; assim, vira a gota (líquida) ou congela. Essas gotinhas de água e cristais de gelo encontram partículas de poeira, fumaça, pólen das flores, entre outras substâncias, que os absorvem e, então, originam a nuvem.

Quando a atmosfera tem menor quantidade de vapor (algo comum nos dias frios), é mais difícil surgir nuvens no céu. Quando faz calor, entretanto, a evaporação aumenta, formando muitas delas.

TIPOS

Existem dez tipos de nuvens (chamados gêneros), que variam de acordo com a quantidade de partículas de água que possuem e pela maneira como estão distribuídas no céu. Dessas, há três principais: Cumulus (do latim acumular; lembra floquinhos de algodão), Cirrus (como linhas que parecem pinceladas no céu) e Stratus (camada uniforme parecida com lençol). Foi a partir dessas características e combinações que surgiram os demais tipos.

A cor da nuvem depende da luz solar e da posição de quem a observa. Se ela estiver bem iluminada fica esbranquiçada. Quando tampa o sol, mostra tom acinzentado. A poluição também influencia a coloração do céu e das nuvens, deixando-os avermelhados no nascer e pôr do sol.

 

Como a chuva é formada?

Cada gotinha minúscula que existe na nuvem é invisível aos nossos olhos; para formar as gotas de chuva (que são bem maiores) é necessário que milhares delas se unam. Isso ocorre porque as correntes de vento no interior da nuvem fazem com que colidam entre si. Assim, as gotinhas se juntam, criando a chuva.

A quantidade de água que cai na superfície depende do tanto de gotas produzidas por cada nuvem. A do tipo Cumulonimbus é a única a provocar fortes tempestades com relâmpagos e trovões. Gigantesca, também pode ocasionar a queda de granizo (pedrinhas de gelo).

Consultoria do professor de Meteorologia Mario Festa, do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da USP.

 

Os alunos do 1º ano A da Emeb Professor Salvador Gori, de São Bernardo, curtem observar as nuvens e procurar formatos de animais e objetos nelas. Entretanto, não sabem ao certo como se formam e do que são feitas. Tem quem acredite que sejam de fumaça ou algodão-doce. Alguns gostariam de viajar de avião e abrir a janela para poder senti-las com as mãos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Do que é feita a nuvem?

Bruna Gonçalves
Do Diário do Grande ABC

12/05/2013 | 07:00


A nuvem é formada por milhões de minúsculas gotinhas de água agrupadas na forma líquida ou de cristais de gelo. Isso ocorre porque a atmosfera é composta por vários gases (como nitrogênio e oxigênio), além de vapor de água que vem da evaporação dos mares, rios, lagos e florestas.

Para a nuvem se formar, é preciso que o vapor se transforme nas gotinhas ou nos pequenos cristais de gelo. Esse processo ocorre quando ele (que está em temperatura mais alta) sobe até o alto da atmosfera e encontra o ar bem frio; assim, vira a gota (líquida) ou congela. Essas gotinhas de água e cristais de gelo encontram partículas de poeira, fumaça, pólen das flores, entre outras substâncias, que os absorvem e, então, originam a nuvem.

Quando a atmosfera tem menor quantidade de vapor (algo comum nos dias frios), é mais difícil surgir nuvens no céu. Quando faz calor, entretanto, a evaporação aumenta, formando muitas delas.

TIPOS

Existem dez tipos de nuvens (chamados gêneros), que variam de acordo com a quantidade de partículas de água que possuem e pela maneira como estão distribuídas no céu. Dessas, há três principais: Cumulus (do latim acumular; lembra floquinhos de algodão), Cirrus (como linhas que parecem pinceladas no céu) e Stratus (camada uniforme parecida com lençol). Foi a partir dessas características e combinações que surgiram os demais tipos.

A cor da nuvem depende da luz solar e da posição de quem a observa. Se ela estiver bem iluminada fica esbranquiçada. Quando tampa o sol, mostra tom acinzentado. A poluição também influencia a coloração do céu e das nuvens, deixando-os avermelhados no nascer e pôr do sol.

 

Como a chuva é formada?

Cada gotinha minúscula que existe na nuvem é invisível aos nossos olhos; para formar as gotas de chuva (que são bem maiores) é necessário que milhares delas se unam. Isso ocorre porque as correntes de vento no interior da nuvem fazem com que colidam entre si. Assim, as gotinhas se juntam, criando a chuva.

A quantidade de água que cai na superfície depende do tanto de gotas produzidas por cada nuvem. A do tipo Cumulonimbus é a única a provocar fortes tempestades com relâmpagos e trovões. Gigantesca, também pode ocasionar a queda de granizo (pedrinhas de gelo).

Consultoria do professor de Meteorologia Mario Festa, do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da USP.

 

Os alunos do 1º ano A da Emeb Professor Salvador Gori, de São Bernardo, curtem observar as nuvens e procurar formatos de animais e objetos nelas. Entretanto, não sabem ao certo como se formam e do que são feitas. Tem quem acredite que sejam de fumaça ou algodão-doce. Alguns gostariam de viajar de avião e abrir a janela para poder senti-las com as mãos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;