Fechar
Publicidade

Sábado, 28 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Fundos de pensão comemoram alta


Marcelo de Paula
Do Diário do Grande ABC

18/11/2007 | 07:16


A previdência privada está em alta e os fundos de pensão comemoram o acentuado crescimento de seus ativos, cuja marca é de R$ 416,4 bilhões, o equivalente a 17% do PIB (Produto Interno Bruto), segundo dados divulgados pela Abrapp (Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar).

Em agosto, mês em que foi realizado o último balanço do setor, os fundos de pensão pagaram R$ 1,23 bilhão em aposentadorias e R$ 151,4 milhões em pensões a 646,2 mil participantes atendidos.

Atualmente, a quantidade de trabalhadores participantes do sistema de previdência complementar é de 2,6 milhões de pessoas e o superávit anunciado no último congresso do setor, na semana passada, em Belo Horizonte (MG), é de R$ 30,4 bilhões.

Segundo o presidente da Abrapp, Fernando Pimentel, os recursos que geram esse crescimento dos fundos de pensão são provenientes da excelência na gestão das aplicações. A expectativa é de que até 2020 a poupança da previdência seja o equivalente à metade do PIB.

“Se os ativos continuarem crescendo a taxas de 10% ao ano, que é a média histórica da última década, o patrimônio dos fundos vai chegar a R$ 1,8 trilhão em 2020, elevando a poupança da previdência para 50% do PIB”, disse, lembrando que nos países desenvolvidos essa poupança é de 70% a 80% do PIB.

Fundos - Fundo de pensão ou EFPC (Entidade Fechada de Previdência Complementar) é uma entidade de previdência complementar sem fins lucrativos, de natureza privada, constituída por patrocinador (que é a empresa empregadora) ou um instituidor (que pode ser um sindicato ou associação representativa de uma categoria profissional).

A finalidade dos fundos de pensão é administrar um ou mais planos de benefícios, de caráter previdenciário, para grupos distintos de pessoas. Eles são fechados porque apenas os funcionários da empresa que oferece o benefício é que podem contribuir para receber a aposentadoria complementar no futuro.

Segundo o Núcleo Técnico da Abrapp, os fundos de pensão são bastante seguros e têm a função social de proporcionar aos associados um complemento de aposentadoria garantindo, na inatividade, padrão de vida condizente com o do período de atividade.

Para as empresas, a vantagem é que a parte delas na contribuição do sistema pode ser deduzida do Imposto de Renda pessoa jurídica, além de ser uma eficiente ferramenta da política de recursos humanos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Fundos de pensão comemoram alta

Marcelo de Paula
Do Diário do Grande ABC

18/11/2007 | 07:16


A previdência privada está em alta e os fundos de pensão comemoram o acentuado crescimento de seus ativos, cuja marca é de R$ 416,4 bilhões, o equivalente a 17% do PIB (Produto Interno Bruto), segundo dados divulgados pela Abrapp (Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar).

Em agosto, mês em que foi realizado o último balanço do setor, os fundos de pensão pagaram R$ 1,23 bilhão em aposentadorias e R$ 151,4 milhões em pensões a 646,2 mil participantes atendidos.

Atualmente, a quantidade de trabalhadores participantes do sistema de previdência complementar é de 2,6 milhões de pessoas e o superávit anunciado no último congresso do setor, na semana passada, em Belo Horizonte (MG), é de R$ 30,4 bilhões.

Segundo o presidente da Abrapp, Fernando Pimentel, os recursos que geram esse crescimento dos fundos de pensão são provenientes da excelência na gestão das aplicações. A expectativa é de que até 2020 a poupança da previdência seja o equivalente à metade do PIB.

“Se os ativos continuarem crescendo a taxas de 10% ao ano, que é a média histórica da última década, o patrimônio dos fundos vai chegar a R$ 1,8 trilhão em 2020, elevando a poupança da previdência para 50% do PIB”, disse, lembrando que nos países desenvolvidos essa poupança é de 70% a 80% do PIB.

Fundos - Fundo de pensão ou EFPC (Entidade Fechada de Previdência Complementar) é uma entidade de previdência complementar sem fins lucrativos, de natureza privada, constituída por patrocinador (que é a empresa empregadora) ou um instituidor (que pode ser um sindicato ou associação representativa de uma categoria profissional).

A finalidade dos fundos de pensão é administrar um ou mais planos de benefícios, de caráter previdenciário, para grupos distintos de pessoas. Eles são fechados porque apenas os funcionários da empresa que oferece o benefício é que podem contribuir para receber a aposentadoria complementar no futuro.

Segundo o Núcleo Técnico da Abrapp, os fundos de pensão são bastante seguros e têm a função social de proporcionar aos associados um complemento de aposentadoria garantindo, na inatividade, padrão de vida condizente com o do período de atividade.

Para as empresas, a vantagem é que a parte delas na contribuição do sistema pode ser deduzida do Imposto de Renda pessoa jurídica, além de ser uma eficiente ferramenta da política de recursos humanos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;