Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 23 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Santos tem um dos maiores desafios da reta de chegada



23/03/2008 | 07:06


Sem o artilheiro Kléber Pereira (suspenso pelo terceiro cartão amarelo), o Santos faz hoje, às 18h10, contra o líder Guaratinguetá, no Vale do Paraíba, um dos mais difíceis dos quatro jogos restantes da fase de classificação do Campeonato Paulista. Se ganhar, a equipe de Emerson Leão ficará a três vitórias da classificação às semifinais, contra Corinthians e Ponte Preta, na Vila Belmiro, e Rio Claro, em Rio Claro.

 O técnico santista tentou várias fórmulas nos dois últimos treinos da semana para fazer com que o ataque funcionasse sem o goleador Kléber Pereira, mas não obteve sucesso. Apenas teve a confirmação de que a sua equipe não consegue se livrar da dependência do seu artilheiro, que fez nove gols nos últimos 15 jogos.

 A primeira tentativa foi com Renatinho ao lado de Sebastián Pinto e Vítor Júnior no lugar de Molina, poupado por causa de uma gripe. Embora tenha gostado do entendimento entre os dois com Wesley, Rodrigo Souto e Sebastián Pinto, Leão voltou a reclamar dos erros nas finalizações. Também não houve melhora no aproveitamento ofensivo com Moraes e Tripodi.

 “Agora não dá mais para esperar. Ou o time se acerta ou o campeonato acabou para nós”, disse o treinador.

 Suas exigências não se limitaram ao ataque. Em vários momentos dos treinos, ele encostou no lateral-esquerdo Kleber pedindo para que ele volte a se lançar ao ataque. “Inicialmente não dava em razão das dores, mas depois da operação e da recuperação está na hora dele voltar a jogar normalmente”, decretou o técnico.

 A esperança de Leão é que Kleber volte a jogar como no ano passado, quando, mesmo sentindo dores, desequilibrava partidas com cruzamentos perfeitos na cabeça dos companheiros, cobranças de escanteios e de faltas. Para o treinador, o lateral é um dos poucos jogadores do grupo com capacidade de fazer com que Sebastián Pinto desencante, marcando o seu primeiro gol pelo Santos.

 “A qualquer momento ele vai marcar. Basta que a bola chegue certinha para ele. Depois disso, vai deslanchar”, acrescentou Leão.     


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;