Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 26 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Ministros peruanos se demitem diante da renúncia de Fujimori


Do Diário do Grande ABC

19/11/2000 | 17:35


Os ministros de Estado do Peru apresentaram este domingo suas renúncias ante o primeiro-ministro, Federico Salas, e expressaram sua indignaçao pelo repentino anuncio de demissao do presidente Alberto Fujimori, feito no exterior (Japao), informou-se oficialmente.

Os ministros expressaram que decidiram deixar seus cargos frente `a renúncia do presidente da República, Alberto Fujimori, num contexto de grave crise e de incerteza por sua volta, (pelo que) devemos expressar nossa indignaçao por fato tao surpreendente'. "Esse fato obriga a classe dirigente a encarar com responsabilidade a situaçao que estamos vivendo", precisaram.

Os integrantes do gabinete ministerial adotaram sua decisao depois de se reunir durante quase quatro horas na casa do ministro da Economia e Finanças, Carlos Boloña, logo após ficarem sabendo do anúncio do primeiro-ministro Federico Salas sobre a renúncia do mandatário.

Em documento entregue à imprensa, os titulares das pastas ministeriais informaram que concordaram em "abandonar seus cargos e meio a um processo de grave deterioraçao da situaçao política, da qual nao se sentem responsáveis".

Salas anunciou este domingo que o presidente Fujimori, que está no Japao supostamente para conseguir ajuda financeira para seu país - segundo informes oficiais - apresentará sua renúncia ao cargo o mais tardar na terça-feira, ante o congresso da República.

"Ele (Fujimori) nao quer de forma alguma entorpecer este processo de democratizaçao e quer que as próximas eleiçoes possam ser absolutamente cristalinas para toda a populaçao peruana", disse Salas.

O premiê nao foi claro ao ser perguntado sobre se o mandatário retornará a Lima no dia 22 para formalizar a apresentaçao de sua demissao. "Uma informaçao mais precisa será dada na carta que enviará ao congresso", disse a respeito.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ministros peruanos se demitem diante da renúncia de Fujimori

Do Diário do Grande ABC

19/11/2000 | 17:35


Os ministros de Estado do Peru apresentaram este domingo suas renúncias ante o primeiro-ministro, Federico Salas, e expressaram sua indignaçao pelo repentino anuncio de demissao do presidente Alberto Fujimori, feito no exterior (Japao), informou-se oficialmente.

Os ministros expressaram que decidiram deixar seus cargos frente `a renúncia do presidente da República, Alberto Fujimori, num contexto de grave crise e de incerteza por sua volta, (pelo que) devemos expressar nossa indignaçao por fato tao surpreendente'. "Esse fato obriga a classe dirigente a encarar com responsabilidade a situaçao que estamos vivendo", precisaram.

Os integrantes do gabinete ministerial adotaram sua decisao depois de se reunir durante quase quatro horas na casa do ministro da Economia e Finanças, Carlos Boloña, logo após ficarem sabendo do anúncio do primeiro-ministro Federico Salas sobre a renúncia do mandatário.

Em documento entregue à imprensa, os titulares das pastas ministeriais informaram que concordaram em "abandonar seus cargos e meio a um processo de grave deterioraçao da situaçao política, da qual nao se sentem responsáveis".

Salas anunciou este domingo que o presidente Fujimori, que está no Japao supostamente para conseguir ajuda financeira para seu país - segundo informes oficiais - apresentará sua renúncia ao cargo o mais tardar na terça-feira, ante o congresso da República.

"Ele (Fujimori) nao quer de forma alguma entorpecer este processo de democratizaçao e quer que as próximas eleiçoes possam ser absolutamente cristalinas para toda a populaçao peruana", disse Salas.

O premiê nao foi claro ao ser perguntado sobre se o mandatário retornará a Lima no dia 22 para formalizar a apresentaçao de sua demissao. "Uma informaçao mais precisa será dada na carta que enviará ao congresso", disse a respeito.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;