Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 15 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Bateu, levou

A deputada estadual Vanessa Damo (PMDB-Mauá) desceu das tamancas durante discurso recente na


Do Diário do Grande ABC

07/05/2011 | 00:00


A deputada estadual Vanessa Damo (PMDB-Mauá) desceu das tamancas durante discurso recente na Assembleia. A parlamentar - que ainda luta com seu partido para assegurar vaga de prefeiturável - disse, em seu pronunciamento, que a Prefeitura de Mauá estava cometendo crime ambiental ao depositar lixos em terrenos no município. Criticou o prefeito Oswaldo Dias (PT) sobre o que considerou irresponsabilidade de sua administração. Aproveitou, também, para dizer que o petista não estava cumprindo aquilo que havia prometido durante o período eleitoral. Ao descer da tribuna, teve de ouvir o petista João Antonio sair em defesa de Oswaldo. Apesar de reconhecer que não conhecia o cenário político da cidade, ele falou que o atual chefe do Executivo era um dos mais competentes comandantes da história do município. Falou também que ela não deveria atuar como vereadora. E disse que Vanessa deveria usar sua combatividade para cobrar o governo do Estado pelos erros no Rodoanel. Ela respondeu à altura e disse que João Antonio, por ser novato na Casa, não sabia que ela era autora de Frente Parlamentar para discutir justamente esse assunto. Pelo ritmo das falas, Oswaldo ainda vais er muito citado na tribuna da Assembleia...

Como ele sabe disso?

A pergunta do dia ontem nos corredores políticos de Santo André foi: como o vereador Toninho de Jesus (DEM) tinha conhecimento que o então vereador e hoje prefeito Aidan Ravin (PTB) pediu ao chefe do Executivo na época, João Avamileno (PT), a instalação de banheiros químicos em feiras livres, na ocasião vetada pelo petista? O fato é que agora Aidan não se mostra favorável à aprovação do projeto de lei do ‘demo'. O que todo mundo quis saber ontem é onde estava o processo com os documentos em que o então vereador fazia a indicação para a medida, que hoje ele quer distância. Quem adivinhar, ganha um doce.

Um prato para dois

Em meio a especulações sobre como serão as composições para a sucessão municipal, no ano que vem, o prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (PT), e o deputado estadual Alex Manente (PPS-São Bernardo) trataram de aparar as arestas em restaurante de comida portuguesa próximo à Rua Vergueiro, na Capital. No cardápio, a possibilidade de aliança entre os dois, que já estiveram juntos em 2008. O curioso é que assim que chegou ao Paço, Marinho chamou para longa conversa o secretário de Comunicação, Edmar Luz de Almeida, que foi alçado ao primeiro escalão pelas mãos de Manente, de quem se distanciou. Pelo visto, essa refeição ainda vai dar o que falar...



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;