Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 27 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Premiê japonês se defende de críticas atacando oposiçao


Do Diário do Grande ABC

12/06/2000 | 11:10


Em meio à crise que enfrenta, com a popularidade de seu governo alcançando índices inferiores a 20%, o primeiro-ministro do Japao, Yoshiro Mori, se reuniu com representantes dos sete principais partidos políticos, que o acusam de falta de liderança e de promover uma política ``débil''.

Mori, que assumiu o posto no começo de abril, elogiou a recuperaçao econômica do país e garantiu que a sua coalizao de governo é uma ``força de estabilidade''. Faltando 13 dias para as eleiçoes legislativas, o primeiro-ministro atacou a oposiçao, afirmando que está pouco preparada para dirigir o Japao. Afirmou, ainda, que seu governo é estável e pouco a pouco, a populaçao perceberá isso.

Semana passada, o governo japonês anunciou que a economia registrou crescimento 0,5%, no ano fiscal encerrado em 31 de março, o que nao acontecia desde 1997. Mesmo assim, a previsao é de que o partido de Mori, o Democrata Liberal, perca cadeiras no parlamento.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Premiê japonês se defende de críticas atacando oposiçao

Do Diário do Grande ABC

12/06/2000 | 11:10


Em meio à crise que enfrenta, com a popularidade de seu governo alcançando índices inferiores a 20%, o primeiro-ministro do Japao, Yoshiro Mori, se reuniu com representantes dos sete principais partidos políticos, que o acusam de falta de liderança e de promover uma política ``débil''.

Mori, que assumiu o posto no começo de abril, elogiou a recuperaçao econômica do país e garantiu que a sua coalizao de governo é uma ``força de estabilidade''. Faltando 13 dias para as eleiçoes legislativas, o primeiro-ministro atacou a oposiçao, afirmando que está pouco preparada para dirigir o Japao. Afirmou, ainda, que seu governo é estável e pouco a pouco, a populaçao perceberá isso.

Semana passada, o governo japonês anunciou que a economia registrou crescimento 0,5%, no ano fiscal encerrado em 31 de março, o que nao acontecia desde 1997. Mesmo assim, a previsao é de que o partido de Mori, o Democrata Liberal, perca cadeiras no parlamento.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;