Fechar
Publicidade

Sábado, 10 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Presidente interino da Chechênia é envenenado


Do Diário OnLine

28/09/2003 | 14:32


O presidente interino da Chechênia, Anatoly Popov, 43 anos, está internado em estado grave. Segundo o serviço de imprensa do governo checheno, “o diagnóstico é um envenenamento por substância ainda desconhecida”. O atentado acontece uma semana antes das eleições presidenciais do país.

Popov se sentiu mal na noite de sábado, após participar da inauguração de um gasoduto, e foi levado para o hospital. Ele foi hospitalizado em Grozny e levado de helicóptero em seguida para o hospital militar da base russa de Jankala, perto da capital, onde deve ser operado.

Popov acumula os cargos de presidente interino e primeiro-ministro desde que Akhmad Kadyrov, então presidente, pediu demissão para participar da campanha eleitoral. O pleito acontece no próximo domingo. Popov é um russo imposto por Moscou junto ao checheno Kadyrov.

Autoridades governamentais atribuem o crime à guerrilha separatista chechena, que luta pela independência da república russa. Porém, ministro do governo federal russo encarregado da Chechênia, Stanislav Iliasov, descartou a hipótese de tentativa de assassinato.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Presidente interino da Chechênia é envenenado

Do Diário OnLine

28/09/2003 | 14:32


O presidente interino da Chechênia, Anatoly Popov, 43 anos, está internado em estado grave. Segundo o serviço de imprensa do governo checheno, “o diagnóstico é um envenenamento por substância ainda desconhecida”. O atentado acontece uma semana antes das eleições presidenciais do país.

Popov se sentiu mal na noite de sábado, após participar da inauguração de um gasoduto, e foi levado para o hospital. Ele foi hospitalizado em Grozny e levado de helicóptero em seguida para o hospital militar da base russa de Jankala, perto da capital, onde deve ser operado.

Popov acumula os cargos de presidente interino e primeiro-ministro desde que Akhmad Kadyrov, então presidente, pediu demissão para participar da campanha eleitoral. O pleito acontece no próximo domingo. Popov é um russo imposto por Moscou junto ao checheno Kadyrov.

Autoridades governamentais atribuem o crime à guerrilha separatista chechena, que luta pela independência da república russa. Porém, ministro do governo federal russo encarregado da Chechênia, Stanislav Iliasov, descartou a hipótese de tentativa de assassinato.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;