Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 22 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Lojistas da Nova Gerty listam reivindicações


Leone Farias
Do Diário do Grande ABC

02/03/2005 | 13:59


A Prefeitura de São Caetano deverá apresentar dentro de 20 dias aos comerciantes da rua Visconde de Inhaúma e imediações, no bairro Nova Gerty, um esboço (estudo preliminar) do projeto urbanístico de revitalização da área, que é um dos principais núcleos comerciais da cidade.

Audiência pública realizada terça-feira à noite entre os lojistas e representantes da administração municipal marcou o início das discussões para a elaboração do projeto. A audiência, feita na Fundação das Artes, e que contou com a presença do prefeito José Auricchio Júnior e de cerca de 100 comerciantes locais, serviu para a administração municipal ouvir as reivindicações para adequar o plano urbanístico às demandas.

O lojista Alberto Macedo dos Santos, da Ótica Nova Gerty, um dos líderes do grupo de comerciantes da Visconde de Inhaúma, afirma que há uma série de reivindicações, entre as quais a criação de vagas com ângulo de 45º para o estacionamento de veículos na rua, o reforço da iluminação e recapeamento do piso da avenida. O comerciante Luis Munari, do restaurante Mineiro, também propõe a criação de bolsões na rua para ônibus pararem nos pontos.

Segundo o prefeito Auricchio Júnior, a intenção, expressa já durante a campanha eleitoral, é revitalizar todo o eixo da avenida, que inclui as ruas do entorno e a praça da Figueira, para “favorecer a atividade empresarial”. Ele disse que o objetivo é aprimorar as condições de tráfego, remodelar o calçamento, entre outras melhorias, para estimular o consumo no local, que “hoje é o maior pólo comercial de São Caetano”.

O prefeito fez questão de ressaltar que terça-feira foi a primeira audiência para debater o tema. Em discurso no encontro, Auricchio Júnior garantiu para os lojistas: “A melhor obra é a que vocês escolherem, o projeto não é da prefeitura, é da comunidade”.

O gerente de Infra-estrutura da prefeitura, José Gaino, disse ainda que a meta é expandir a área comercial para as ruas adjacentes e também atualizar a infra-estrutura existente dentro de padrões de excelência. Gaino afirmou ainda que dentro de 20 dias, deverá estar pronto o esboço do projeto. Depois, serão gastos mais 15 a 20 dias para a elaboração do projeto executivo, para o início das obras. Ele acrescentou que a empreiteira já está contratada: é a Emparsanco. “Pretendemos iniciar em junho de 2005 e com previsão de realizar a revitalização de um trecho até dezembro”, disse. A preocupação da prefeitura é não comprometer as vendas de fim de ano dos comerciantes com obras na rua.

Bulevar – A prefeitura pretende também revitalizar a rua Santa Catarina, no Centro, tornando a via um bulevar. Segundo Ramis Sayar, da Diretoria de Planejamento, está nos planos reforçar a iluminação e o policiamento no local e organizar eventos às sextas e sábados à noite, a partir de 1º de abril, em parceria com os comerciantes e entidades locais. “Os restaurantes poderão colocar as mesas ao ar livre após as 18h ou 19h. Vai virar um point”, afirma.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;