Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 21 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

S.Caetano terá recurso ‘Big Brother’ para combater roubo de carros


Gabriel Batista
Do Diário do Grande ABC

26/02/2006 | 07:48


Na busca de medidas para escapar do rótulo de capital do roubo de carros na região, São Caetano optou por apostar na tecnologia Big Brother de combate ao crime. A administração do município empenhou parte de sua arrecadação na aquisição de 75 câmeras sem fio, coloridas, com giro de 360 graus e zoom de longo alcance. Aparelhos a serem espalhados em 18 vias de acesso à cidade, no entorno de faculdades, centros bancários, pontos comerciais e onde mais o mapeamento criminal indicar índices de violência.

Tudo nos moldes de sucesso em Diadema e outros municípios, como a Praia Grande, no litoral sul. Em suma, a Prefeitura quer remover a mancha na reputação de alto IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) que há tempos paira na atmosfera de São Caetano.

A medida é parte de um pacote de segurança a ser anunciado pela Prefeitura, que inclui previsão de aumento no efetivo da Guarda Municipal da cidade. A licitação das câmeras está em andamento. Integrantes do primeiro escalão da administração municipal afirmam que o sistema de monitoramento externo estará operando em menos de três meses. As câmeras cortejadas por São Caetano têm flexibilidade para serem realocadas conforme a dinâmica da ação criminosa na cidade.

As imagens obtidas pelas lentes serão transmitidas via ondas de rádio a uma central na sede do 199-SOS Cidadão, na avenida Goiás, que reúne Polícia Militar, bombeiros e guardas municipais. Os locais de funcionamento das câmeras devem obedecer o banco de dados sobre ocorrências criminais denominado Infocrim, um sistema informatizado da polícia que pode indicar exatamente onde, como e quando ocorrem os crimes na cidade.

O objetivo da Prefeitura é ficar de olho e pedir agilidade à polícia, principalmente em casos de roubo e furto de carros no entorno de faculdades, assaltos na saída de bancos, tráfico e consumo de drogas. Antes de escolher o monitoramento urbano como ferramenta de segurança, pessoas ligadas à administração de São Caetano teriam visitado cidades que já utilizam o sistema, como Praia Grande e Itatiba, no interior do Estado.

Alguns pontos cotados para receber lentes são a praça Cardeal Arcoverde e a rua Santa Catarina, ambas no Centro. Ao ter acesso às informações sobre a adesão de São Caetano ao monitoramento, a reportagem solicitou à administraçãoentrevista com o prefeito José Auricchio Júnior (PTB). A resposta da assessoria foi que o prefeito só irá se pronunciar sobre o assunto em março.

No ano de 2005, São Caetano se tornou a cidade com maior índice de roubo e furto de carros no Grande ABC, no ranking proporcional à população de cada município. É, também, um dos municípios recordistas nas ocorrências desse tipo de crime no Estado.

De acordo com a Secretaria de Estado da Segurança Pública, São Caetano registrou no ano passado 1.856,34 furtos e roubos de veículo para cada grupo de 100 mil habitantes. Média que supera as outras cidades da região – Santo André, a segunda colocada, teve 1.275,19 casos para cada 100 mil habitantes em 2005. 

A taxa de roubo de carros por cada 100 mil habitantes em São Caetano é maior que a de cidades como a capital, Guarulhos e Campinas. No período de 2004 até 2005, o número de ocorrências dessa modalidade criminal subiu 44,86% em São Caetano.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;