Fechar
Publicidade

Sábado, 28 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Medicina ABC assume centros especiais


Adriana Ferraz
Do Diário do Grande ABC

31/10/2007 | 07:25


A Prefeitura de São Bernardo estendeu a parceria com a Fundação do ABC na área da saúde. Os médicos da Faculdade de Medicina do ABC serão também responsáveis pela gestão clínica dos cinco centros de especialidades médicas previstos para funcionar no município até 2008.

A parceria passa o gerenciamento técnico das unidades para até 100 profissionais selecionados pela faculdade. As especialidades são variadas. Em todos os centros, porém, haverá um quadro obrigatório com cardiologistas, dermatologistas, neurologistas, ortopedistas e oftalmologistas.

A primeira unidade em funcionamento desde julho, no bairro Alvarenga (área de grande demanda), atende, em média, 3.000 pessoas em consulta por mês. Segundo o assessor da Diretoria da Secretaria de Saúde, Alessandro Neves, o número pode ser dobrado de acordo com a necessidade.

“O paciente não precisa mais ir à Clínica Municipal de Especialidades, no Centro, para ser atendido. Pode, agora, passar por consultas e receber medicamentos no mesmo lugar”, diz.

Além do Alvarenga, o Jardim Silvina, o bairro Rudge Ramos, o Riacho Grande e o bairro Demarchi também receberão unidades. Segundo a Prefeitura, a proposta é levar serviços para perto da população.

“A parceria com a faculdade proporciona melhor atendimento à população. O profissional da fundação tem conhecimento técnico, é capacitado e sabe como funciona o sistema. Estamos investindo nisso baseados em trabalhos de sucesso, como os realizados no Hospital Municipal Universitário e no Hospital Anchieta”, defende Neves.

Gerenciamento - O convênio funciona, ainda, no Pronto-Socorro Central e em algumas Unidades Básicas de Saúde, como a do bairro Santa Terezinha, que tornou-se centro de capacitação. “É preciso lembrar que todo o gerenciamento continua sendo municipal. Quem responde pela saúde no município é o secretário Walter Cordoni”, lembra o diretor Neves.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Medicina ABC assume centros especiais

Adriana Ferraz
Do Diário do Grande ABC

31/10/2007 | 07:25


A Prefeitura de São Bernardo estendeu a parceria com a Fundação do ABC na área da saúde. Os médicos da Faculdade de Medicina do ABC serão também responsáveis pela gestão clínica dos cinco centros de especialidades médicas previstos para funcionar no município até 2008.

A parceria passa o gerenciamento técnico das unidades para até 100 profissionais selecionados pela faculdade. As especialidades são variadas. Em todos os centros, porém, haverá um quadro obrigatório com cardiologistas, dermatologistas, neurologistas, ortopedistas e oftalmologistas.

A primeira unidade em funcionamento desde julho, no bairro Alvarenga (área de grande demanda), atende, em média, 3.000 pessoas em consulta por mês. Segundo o assessor da Diretoria da Secretaria de Saúde, Alessandro Neves, o número pode ser dobrado de acordo com a necessidade.

“O paciente não precisa mais ir à Clínica Municipal de Especialidades, no Centro, para ser atendido. Pode, agora, passar por consultas e receber medicamentos no mesmo lugar”, diz.

Além do Alvarenga, o Jardim Silvina, o bairro Rudge Ramos, o Riacho Grande e o bairro Demarchi também receberão unidades. Segundo a Prefeitura, a proposta é levar serviços para perto da população.

“A parceria com a faculdade proporciona melhor atendimento à população. O profissional da fundação tem conhecimento técnico, é capacitado e sabe como funciona o sistema. Estamos investindo nisso baseados em trabalhos de sucesso, como os realizados no Hospital Municipal Universitário e no Hospital Anchieta”, defende Neves.

Gerenciamento - O convênio funciona, ainda, no Pronto-Socorro Central e em algumas Unidades Básicas de Saúde, como a do bairro Santa Terezinha, que tornou-se centro de capacitação. “É preciso lembrar que todo o gerenciamento continua sendo municipal. Quem responde pela saúde no município é o secretário Walter Cordoni”, lembra o diretor Neves.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;