Fechar
Publicidade

Domingo, 23 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Corinthians supera a Ponte Preta e termina em primeiro lugar

Beneficiado pela derrota do S.Paulo, Timão volta a encarar a Macaca nas quartas de final


Carlos Tadeu
Especial para o Diário

16/04/2012 | 00:10


O Corinthians derrotou a Ponte Preta por 2 a 1, neste domingo, em Campinas, e terminou a primeira fase do Campeonato Paulista na liderança, beneficiado pela derrota do São Paulo para o Linense pelo mesmo placar. Nas quartas de final, Timão e Macaca voltarão a se enfrentar.

Com o objetivo de terminar em primeiro lugar, o Corinthians esteve melhor na etapa inicial, apesar de atuar com o time reserva.

Logo no primeiro minuto, Douglas avançou, passou pelo marcador e bateu forte, obrigando o goleiro Bruno a defender em dois tempos.

Também já classificada às quartas de final, a Macaca, sem vencer há cinco jogos, atuou desfalcada de cinco titulares e tinha dificuldade para criar chances de gol.

Assim, quem ameaçou novamente foi o Timão. Aos 15, Gilsinho foi lançado na direita e cruzou na medida para Vitor Júnior, que cabeceou mal e perdeu boa oportunidade.

O jogo seguiu fraco tecnicamente e a primeira investida da Ponte Preta aconteceu somente aos 32. Roger foi lançado, mas bateu longe.

O troco corintiano surgiu quatro minutos depois. Douglas cobrou falta, a bola desviou na barreira e quase entrou.

Logo depois, o time do Parque São Jorge assustou outra vez. Ramon recebeu passe de Douglas e chutou cruzado, à esquerda da meta de Bruno.

Os donos da casa ameaçaram nos últimos minutos, com Enrico, de cabeça, e Rodrigo Pimpão, mas ambos concluíram mal.

O Corinthians voltou ligado no segundo tempo e abriu o marcador logo no primeiro minuto. Gilsinho foi empurrado por Renan e o árbitro marcou pênalti, bem convertido por Chicão: 1 a 0.

Aos cinco, o Timão ampliou. Vitor Júnior foi lançado e bateu cruzado. Bruno rebateu e Welder completou para o gol vazio: 2 a 0.

Na sequência, a Ponte Preta criou algumas chances para diminuir o prejuízo, mas quando Roger e Rodrigo Pimpão não erraram o alvo, esbarraram nas defesas de Danilo Fernandes.

Bruno também impediu o terceiro do Timão em duas defesas seguidas, nas conclusões de Vitor Júnior e Elton.

No fim, aos 45, Renato Cajá diminuiu de pênalti. Mas foi só. O Corinthians comemorou a vitória e a primeira colocação, mesmo atuando com os reservas em algumas partidas.

 

Jogadores festejam e destacam a força do elenco corintiano

Novamente, o Corinthians entrou em campo no Paulistão com o time reserva. Mesmo assim, conseguiu a 14ª vitória em 19 jogos e terminou em primeiro lugar a fase de classificação, com 46 pontos. Os jogadores festejaram e destacaram a força do grupo.

"Nosso objetivo era terminar em primeiro para poder decidir sempre em casa. Estamos sabendo administrar os dois campeonatos (Paulista e Libertadores) e mostramos que temos um grupo forte", declarou o zagueiro Chicão, único titular que atuou em Campinas.

"Vamos pensar primeiro na Libertadores (quarta-feira, pega o Táchira) e depois focaremos outra vez na Ponte Preta. Tenho certeza de que chegaremos à final nas duas competições", comentou o meia Douglas. CT



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Corinthians supera a Ponte Preta e termina em primeiro lugar

Beneficiado pela derrota do S.Paulo, Timão volta a encarar a Macaca nas quartas de final

Carlos Tadeu
Especial para o Diário

16/04/2012 | 00:10


O Corinthians derrotou a Ponte Preta por 2 a 1, neste domingo, em Campinas, e terminou a primeira fase do Campeonato Paulista na liderança, beneficiado pela derrota do São Paulo para o Linense pelo mesmo placar. Nas quartas de final, Timão e Macaca voltarão a se enfrentar.

Com o objetivo de terminar em primeiro lugar, o Corinthians esteve melhor na etapa inicial, apesar de atuar com o time reserva.

Logo no primeiro minuto, Douglas avançou, passou pelo marcador e bateu forte, obrigando o goleiro Bruno a defender em dois tempos.

Também já classificada às quartas de final, a Macaca, sem vencer há cinco jogos, atuou desfalcada de cinco titulares e tinha dificuldade para criar chances de gol.

Assim, quem ameaçou novamente foi o Timão. Aos 15, Gilsinho foi lançado na direita e cruzou na medida para Vitor Júnior, que cabeceou mal e perdeu boa oportunidade.

O jogo seguiu fraco tecnicamente e a primeira investida da Ponte Preta aconteceu somente aos 32. Roger foi lançado, mas bateu longe.

O troco corintiano surgiu quatro minutos depois. Douglas cobrou falta, a bola desviou na barreira e quase entrou.

Logo depois, o time do Parque São Jorge assustou outra vez. Ramon recebeu passe de Douglas e chutou cruzado, à esquerda da meta de Bruno.

Os donos da casa ameaçaram nos últimos minutos, com Enrico, de cabeça, e Rodrigo Pimpão, mas ambos concluíram mal.

O Corinthians voltou ligado no segundo tempo e abriu o marcador logo no primeiro minuto. Gilsinho foi empurrado por Renan e o árbitro marcou pênalti, bem convertido por Chicão: 1 a 0.

Aos cinco, o Timão ampliou. Vitor Júnior foi lançado e bateu cruzado. Bruno rebateu e Welder completou para o gol vazio: 2 a 0.

Na sequência, a Ponte Preta criou algumas chances para diminuir o prejuízo, mas quando Roger e Rodrigo Pimpão não erraram o alvo, esbarraram nas defesas de Danilo Fernandes.

Bruno também impediu o terceiro do Timão em duas defesas seguidas, nas conclusões de Vitor Júnior e Elton.

No fim, aos 45, Renato Cajá diminuiu de pênalti. Mas foi só. O Corinthians comemorou a vitória e a primeira colocação, mesmo atuando com os reservas em algumas partidas.

 

Jogadores festejam e destacam a força do elenco corintiano

Novamente, o Corinthians entrou em campo no Paulistão com o time reserva. Mesmo assim, conseguiu a 14ª vitória em 19 jogos e terminou em primeiro lugar a fase de classificação, com 46 pontos. Os jogadores festejaram e destacaram a força do grupo.

"Nosso objetivo era terminar em primeiro para poder decidir sempre em casa. Estamos sabendo administrar os dois campeonatos (Paulista e Libertadores) e mostramos que temos um grupo forte", declarou o zagueiro Chicão, único titular que atuou em Campinas.

"Vamos pensar primeiro na Libertadores (quarta-feira, pega o Táchira) e depois focaremos outra vez na Ponte Preta. Tenho certeza de que chegaremos à final nas duas competições", comentou o meia Douglas. CT

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;