Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 19 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Peixe massacra, e
Timão garante ponta

Equipes terminam primeira fase do Paulistão da melhor
maneira; Tricolor perde em Lins e Verdão empata em SP


Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

16/04/2012 | 00:07


Com os oito primeiros clubes já classificados para as quartas de final, a última rodada do Campeonato Paulista - além de ratificar a queda da Lusa  - deixou em evidência os candidatos ao título que estão evoluindo nesta fase da competição. Neste quesito, o Santos tirou nota 10. Com time titular, o Peixe celebrou o centenário massacrando o já rebaixado Catanduvense. Ganso e Neymar deram show nos 5 a 0 de colocar medo em qualquer rival. Terceiro, o Peixe agora desafia o Mogi Mirim, sexto.

Quem também se despediu em grande estilo foi o Corinthians. Mesmo com time reserva - apenas o zagueiro Chicão representou os titulares - a equipe derrotou a Ponte Preta, em Campinas, por 2 a 1, e contou com surpreendente derrota do São Paulo (2 a 1) para o Linense, em Lins, para assumir a liderança com 46 pontos, três a mais que o Tricolor.

Curiosamente, o adversário do Timão nas quartas será novamente a Ponte Preta, oitava colocada, só que a decisão da vaga será na Capital. Para o São Paulo, que também tem a vantagem de jogar em casa, sobrou o Bragantino, sétimo.

A grande decepção entre os considerados grandes foi o Palmeiras. Com o confronto teoricamente mais fácil da rodada, o Verdão tropeçou em casa no lanterna Comercial. Mesmo com dois jogadores a mais durante praticamente todo o segundo tempo, o Alviverde não passou do vexatório 2 a 2, no Pacaembu, irritando os torcedores.

Com isso, o Palmeiras viu a quarta posição cair nos braços do Guarani, que perdeu para o Botafogo (2 a 1) em Ribeirão Preto e, mesmo assim, terminou na frente. Bugre e Verdão se enfrentam nas quartas de final, mas a vantagem de jogar em casa é dos campineiros.

Para Mirassol (nono), Oeste (décimo), Linense (11º) e São Caetano (12º) sobraram a remota chance de entrar na disputa do Troféu Interior. Para isso, precisam torcer para que os pequenos derrubem os grandes nas quartas de final.

 

Portuguesa é goleada em Mirassol e amarga queda para Série A-2

As combinações mais prováveis davam como certa a permanência da Portuguesa na Primeira Divisão. Mas o futebol está longe de ser uma ciência exata. Nada deu certo para a Lusa ontem, na última rodada do Paulistão. Além de ser goleada pelo Mirassol (4 a 2), a equipe viu o Botafogo, com um jogador a menos, vencer o Guarani (2 a 1) e o XV de Piracicaba segurar empate com o Mogi Mirim (2 a 2). Os resultados derrubaram a equipe do Canindé para a Série A-2.

A Lusa foi superada por Botafogo nos pontos - 19 contra 18 - e pelo XV de Piracicaba no número de vitórias - cinco contra quatro. Essa será a segunda vez em que a Portuguesa disputará a Série A-2. Em 2006, o time foi rebaixado, mas no ano seguinte chegou ao título da Segundona e, consequentemente, ao acesso à elite.

"Infelizmente, futebol tem destas coisas inexplicáveis", limitou-se a dizer o técnico Jorginho, desolado com a situação. Para o Mirassol, a vitória rendeu vaga na Série D do Campeonato Brasileiro no segundo semestre. A equipe terminou na nona posição, com 25 pontos. A outra vaga já era do Mogi Mirim.

Outro time que teve o rebaixamento consumado ontem foi o Guaratinguetá. A equipe precisava de verdadeiro milagre, mas não conseguiu fazer nem mesmo a sua parte. Em casa, não passou de empate com o São Caetano (2 a 2) e vai disputar a Série A-2 ao lado de Catanduvense e Comercial, que já estavam matematicamente rebaixados.

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Peixe massacra, e
Timão garante ponta

Equipes terminam primeira fase do Paulistão da melhor
maneira; Tricolor perde em Lins e Verdão empata em SP

Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

16/04/2012 | 00:07


Com os oito primeiros clubes já classificados para as quartas de final, a última rodada do Campeonato Paulista - além de ratificar a queda da Lusa  - deixou em evidência os candidatos ao título que estão evoluindo nesta fase da competição. Neste quesito, o Santos tirou nota 10. Com time titular, o Peixe celebrou o centenário massacrando o já rebaixado Catanduvense. Ganso e Neymar deram show nos 5 a 0 de colocar medo em qualquer rival. Terceiro, o Peixe agora desafia o Mogi Mirim, sexto.

Quem também se despediu em grande estilo foi o Corinthians. Mesmo com time reserva - apenas o zagueiro Chicão representou os titulares - a equipe derrotou a Ponte Preta, em Campinas, por 2 a 1, e contou com surpreendente derrota do São Paulo (2 a 1) para o Linense, em Lins, para assumir a liderança com 46 pontos, três a mais que o Tricolor.

Curiosamente, o adversário do Timão nas quartas será novamente a Ponte Preta, oitava colocada, só que a decisão da vaga será na Capital. Para o São Paulo, que também tem a vantagem de jogar em casa, sobrou o Bragantino, sétimo.

A grande decepção entre os considerados grandes foi o Palmeiras. Com o confronto teoricamente mais fácil da rodada, o Verdão tropeçou em casa no lanterna Comercial. Mesmo com dois jogadores a mais durante praticamente todo o segundo tempo, o Alviverde não passou do vexatório 2 a 2, no Pacaembu, irritando os torcedores.

Com isso, o Palmeiras viu a quarta posição cair nos braços do Guarani, que perdeu para o Botafogo (2 a 1) em Ribeirão Preto e, mesmo assim, terminou na frente. Bugre e Verdão se enfrentam nas quartas de final, mas a vantagem de jogar em casa é dos campineiros.

Para Mirassol (nono), Oeste (décimo), Linense (11º) e São Caetano (12º) sobraram a remota chance de entrar na disputa do Troféu Interior. Para isso, precisam torcer para que os pequenos derrubem os grandes nas quartas de final.

 

Portuguesa é goleada em Mirassol e amarga queda para Série A-2

As combinações mais prováveis davam como certa a permanência da Portuguesa na Primeira Divisão. Mas o futebol está longe de ser uma ciência exata. Nada deu certo para a Lusa ontem, na última rodada do Paulistão. Além de ser goleada pelo Mirassol (4 a 2), a equipe viu o Botafogo, com um jogador a menos, vencer o Guarani (2 a 1) e o XV de Piracicaba segurar empate com o Mogi Mirim (2 a 2). Os resultados derrubaram a equipe do Canindé para a Série A-2.

A Lusa foi superada por Botafogo nos pontos - 19 contra 18 - e pelo XV de Piracicaba no número de vitórias - cinco contra quatro. Essa será a segunda vez em que a Portuguesa disputará a Série A-2. Em 2006, o time foi rebaixado, mas no ano seguinte chegou ao título da Segundona e, consequentemente, ao acesso à elite.

"Infelizmente, futebol tem destas coisas inexplicáveis", limitou-se a dizer o técnico Jorginho, desolado com a situação. Para o Mirassol, a vitória rendeu vaga na Série D do Campeonato Brasileiro no segundo semestre. A equipe terminou na nona posição, com 25 pontos. A outra vaga já era do Mogi Mirim.

Outro time que teve o rebaixamento consumado ontem foi o Guaratinguetá. A equipe precisava de verdadeiro milagre, mas não conseguiu fazer nem mesmo a sua parte. Em casa, não passou de empate com o São Caetano (2 a 2) e vai disputar a Série A-2 ao lado de Catanduvense e Comercial, que já estavam matematicamente rebaixados.

 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;