Fechar
Publicidade

Sábado, 31 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Woody Allen está de volta à sua querida Nova York


Luís Felipe Soares
Do Diário do Grande ABC

30/04/2010 | 07:00


Após se aventurar em filmagens por países como Inglaterra e Espanha, o veterano cineasta Woody Allen volta para casa em "Tudo Pode Dar Certo", que chega aos cinemas de São Paulo.

Tendo sua querida cidade de Nova York como cenário, ele conta a história do rabugento Boris Yellnikoff (Larry David, do seriado Segura a Onda). O ex-professor universitário afirma ser o único com intelecto avançado o bastante para saber o que realmente acontece com o universo - que está um caos e onde o ser humano é insignificante diante de tudo. As coisas são tão complicadas para ele que deixou a mulher por ser perfeita demais e sobreviveu a uma não bem-sucedida tentativa de suicídio.

Seus dias como professor de xadrez começam a mudar quando conhece a jovem Melodie, papel de Evan Rachel Wood. Vinda do interior, a garota é acolhida por Boris em seu apartamento, mesmo que a contragosto.

A ingenuidade da menina que começa a ficar na casa por um tempo cada vez maior começa a conquistá-lo aos poucos. Conforme o relacionamento entre eles se estreita, o protagonista começa a perceber que sua visão pessimista da vida não é tão verdadeira como acredita.

As características físicas e o bom trabalho de David o colocam como uma das mais perfeitas caracterizações de Allen. A dupla volta a trabalhar junta pela terceira vez, revivendo obras como "A Era do Rádio" (1987) e "Contos de Nova York" (1989).

Claramente seria o próprio diretor a dar vida ao personagem, mas a escolha do ator, repleto de engraçados trejeitos, é certeira. Originalmente, "Tudo Pode Dar Certo" foi escrito por Allen para Zero Mostel (1915-1977), mas a morte do ator fez com que o projeto fosse engavetado. De volta a Nova York, o diretor se mostra bem à vontade.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;